Usando Processadores de Sinais

Texto traduzido do “Soundcraft Guide to Mixing”.

A DIFERENÇA ENTRE PROCESSADORES DE SINAIS E EFEITOS

Ao contrário dos efeitos, que são criativos por natureza, processadores de sinais são utilizados para controlar e manipular sons para atingir a melhor qualidade de áudio em performances e gravações.

Efeitos e processadores de sinais nunca devem ser confundidos. Enquanto efeitos são “misturados” com uma entrada para fornecer um som combinado, processadores de sinais alteram completamente o sinal de uma entrada, grupo ou mixagem. O sinal é retirado completamente da mesa, “processado” e então retorna em seu estado alterado, em série com o sinal de áudio original.

Por esse motivo, processadores de sinais devem ser conectados usando pontos de Insert e não pela mandada e retorno de auxiliar (effects loop).

Nota: Efeitos podem ser conectados a inserts caso necessário, mas a proporção do efeito no sinal será governada apenas pelo controle de mix da unidade de efeitos.

OS DIFERENTES TIPOS DE PROCESSADORES DE SINAIS

Falando de forma geral, há cinco tipos diferentes de processadores de sinais que são usados normalmente:

EQUALIZADORES GRÁFICOS

Equalizadores gráficos trabalham dividindo o espectro sonoro em bandas estreitas e adjacentes, e fornecendo a cada banda um controle de atenuação/ganho. O termo gráfico surgiu por causa da posição ou “curva” dos controles, dada uma representação gráfica da maneira que cada configuração altera a faixa de frequência de áudio.

Equalizadores gráficos geralmente são utilizados para processar uma mixagem em performances ao vivo atenuando frequências problemáticas que podem estar causando realimentação. Eles também podem ser utilizados para melhorar uma mixagem em um local com sonoridade pobre. Em gravações eles são usados para criar ambientes de audição “flat”.

EQUALIZADORES PARAMÉTRICOS

Esses são similares aos equalizadores encontrados em um canal de entrada, mas podem incluir mais bandas e um controle adicional de largura (Q) que define quantas frequências na banda serão afetadas.

Eles geralmente são utilizados para fornecer controles adicionais em um sinal de entrada quando os controles de equalização da mesa não são suficientes.

GATES

Um gate é projetado para interromper o caminho do sinal de áudio quando o sinal de entrada está abaixo de um patamar (threshold) definido pelo usuário. Ele pode ser utilizado para limpar qualquer sinal que tenha pausas. Por exemplo, gates são amplamente utilizados para prevenir “vazamento” entre microfones adjacentes em uma bateria microfonada com vários microfones onde, por exemplo, o microfone de um tom pode captar a caixa.

EXPANSORES

Expansores realizam quase a mesma tarefa do que gates, embora eles se pareçam mais como compressores revertidos. Compressores afetam o ganho de sinais que excedem o threshold, enquanto expansores atuam em sinais que estão abaixo do threshold. Um gate irá fechar completamente quando o sinal estiver abaixo do threshold, mas um expansor funciona como um engenheiro de mixagem automático que reduz o sinal quando o nível estiver abaixo do threshold. Quanto mais baixo o sinal, mais ele abaixa o fader.

Expansores são muito utilizados em gravações de estúdio para fornecer a melhor relação sinal-ruído ao produzir masters finais.

COMPRESSORES/LIMITERS

Um compressor reduz a diferença entre as partes mais altas e mais calmas de uma performance. Ele funciona em um sistema de threshold, onde os sinais que excedem o threshold são processados e os sinais que estão abaixo não são modificados. Quando um sinal excede o threshold, o compressor reduz o ganho automaticamente. A quantidade de redução aplicada depende do “compression ratio” (taxa de compressão), que na maioria dos compressores é variável: quanto maior a taxa (ratio), mais forte a compressão. Taxas muito altas fazem o compressor atuar como um limiter, onde um sinal de entrada é impedido de exceder o threshold.

O compressor é um dos processadores mais utilizados, e são populares para manter níveis constantes de vocais, baixos e guitarras. Isso acontece porque, de todos os instrumentos, os cantores tendem a variar mais o seu nível. Compressores ajudam a atingir aquele som vigoroso tão desejado.

About the Author

Carlos Gonçalves
Webmaster - Som ao Vivo

Be the first to comment on "Usando Processadores de Sinais"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar