• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

AMPLIFICAÇÃO

#21
Bem explicado,,,Gostei demais das explicações,, e com umas informações adicionais que foi feito vai dar para dar uma olhada nos SPL'S,,,,Brincadeirinha, isso já é outro assunto, que não vem ao caso.

vamos ver se eu entendi,,,,estou tonto..kkkkkkkkkk.....com a amplificação classe D, em sua grande parte a sonorização que estamos habituados, ou seja, para eventos aonde se precise pouco dos sub graves, será bem interessante, mas se por acaso os sub's forem muitos exigidos, então atualmente ainda será mais interessante os subs com sistemas AB,,,,ou estou enganado?
 
#22
as empresas investem muito em pesquisa para eliminar as desvantagens dos classe d, e assim como diz o fabricante Bang-Olufsen "as técnicas de amplificação classe D estão apenas no início do seu desenvolvimento", ou até utilizando novas classes para não confundir com um classe d atual, como Crown que utiliza a Classe I (I-tech)ou a LabGruppen que utiliza a TD.

"Todo amp que diz dar mais potência do que consome tem baixa sustentação de potência, pois se utiliza dos bancos de capacitores etc. Porém o capacitor não é eterno e a carga da fonte não supera a dinâmica musical de qualquer programa, por isso a sustentação desses amps sempre se limita a milissegundos"

A nossa via de sub grave na estrada é empurrada por amplis classe H.
Enquanto amplis classe AB utilizamos no médio, agudo ou fullrange.

"O H só perde em agudo para o AB, mas tem igual qualidade em graves e a vantagem de terem eficiência em torno de 80% contra 65% dos AB. "
 
#23
certeza Guga....os classe H ainda serão por muito tempo os amplificadores utilizados para sub....porém, pelo que estou vendo ainda haverá muita pesquisa para o D, e se até lá não surgir outra coisa sendo lançada,,,será a bola da vez.