• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Amplificadores + Sistema de fones.

pTjz

Moderator
Moderador
#1
Bem a tempos uso fones na igreja, recentemente atualizamos nosso sistema para o P16M da Behringuer, passando a tarefa de mixagem do fone para o próprio músico, isso deu uma enorme liberdade para que o operador do PA se preocupasse única e exclusivamente com o PA.

Entramos então em uma fase detalhista, onde passamos a perceber coisas que não percebíamos antes.
Começamos a ser mais críticos com o timbre dos instrumentos e com ruídos.
Dai pensamos "porque não fazemos com os amps o que fizemos com a batera?" pensamos então em colocar o amp em uma sala em anexo em uma caixa tratada acusticamente e microfonar o mesmo para obter um timbre melhor.

Essa pratica não é nenhuma novidade, mas gostaria de saber se algum de vocês já usou ou usa um sistema desses, quais foram os resultados.
Para os que nunca usaram, o que pensam a respeito?

Olhem essa ideia, usando a caixa acústica no próprio palco, eu achei fantástico.
 

pTjz

Moderator
Moderador
#3
A funcionalidade todos já conhecem, trata-se de um AMP microfonado, simples assim...
O grande porem esta em, fácil acesso para o músico pode se timbrar (ouvindo diretamente o AMP) antes de ir pro LIVE.

No caso da foto, fantástico...
 
#4
Dúvida minha: poderia criar excesso de reverberação neste "box in a box"? Ao meu ver é muito bacana. Uso um pré-amp valvulado para guitarra e mando ele pro DI, fica muito bom (simula o JVM-800) mas não é a mesma coisa, falta as nuances do AF e do próprio ambiente. MAS se o ampli tiver pedais (alternar clean e drive), e este puder ser acessado, aí acredito ser melhor opção que ampli em sala separada.
 

pTjz

Moderator
Moderador
#5
Evidentemente que podem haver vazamentos, mas deve ser mínimos até porque não é necessário muito volume, já que via estar microfonado... E o que vaza não deve prejudicar o culto.
Quanto a reverberação na caixa, é fácil de resolver tratando a parede do cubo.
 

stract

Active Member
#6
Eu ja estive para fazer algo semelhante, mas não embutido no palco. Na epoca estava pensando em fazer como este do video:


Uma caixa bem isolada, com duas "paredes" de compensado 18mm e algum isolante entre eles, apenas para o gabinete, o amplificador ficaria por fora, para facilitar a regulagem do guitarrista (embora sumir com tudo para o guitarrista não ficar mexendo na hora do culto seria uma boa).

outro exemplo:



 

pTjz

Moderator
Moderador
#8
@stract é desta forma que irie fazer.
Eu já tinha visto o vídeo da primeira caixa, o cara mostrando como ele fez, irei fazer algo deste tipo.
Tenho na igreja lã de vidro rocha já, carpete, speaker cable, tenho um monte de coisa, mas irei comprar ainda uma caixa de 1x12" compacta e deixarei o AMP no palco para o guitarrista poder regular sem precisar mexer ir até a caixa.
 

pTjz

Moderator
Moderador
#9
Mas cubo valvulado a saturação responde também ao volume, não?
Sim e não.
Evidentemente que, mais volume significa mais excitação para a válvula, mas existe um limiar aceitável para se trabalhar com a válvula respondendo legal.
Isso depende também da posição da válvula, se ela fica no entrada (Pré) ou se ela fica na saída só para esquentar o som.

Em experiências com o cubo que temos na igreja, que tem a válvula no pré, com 25-30% de volume a válvula já frita, o problema é que, 30% do volume no amp lá é volume pra caramba....
Então eu devo pegar um Orange tiny desses de 10-15w e uma caixa compacta boa com um celestion da vida.
 

deneripr

Moderator
Moderador
#10
Se não estou muito doido o pessoal da Batista da Lagoinha usa um sistema assim... o Púlpito lá é BEM PEQUENO o que inviabilizaria amps, lá usam o sistema da AVION, porém pode ver que os cabeçotes de guitarra e baixo estão lá... provavelmente a caixa esta atrá do palco em um sistema como esse ai...
 

pTjz

Moderator
Moderador
#11
Sim eles usam, mas as caixas não ficam no palco, ficam atrás do palco, eles fizeram umas cabines (tipo separação de banheiro) e colocaram as caixas na sala atrás do palco (onde também fica os AMPS do PA).
E deixaram no palco os cabeçotes.

Exatamente o que quero fazer!
 
#12
Só pra lembrar como eu amo a Dilma:
Playtech -
Cabeçote Guitarra Orange Rockerverb MK II 50
por R$ 12.865,00

Musiciansfriend.com - Orange Amplifiers Rockerverb 50 MK II 50W Tube Guitar Amp Head Orange

Your Price:
$1,826,99
 
#13
Eliabe.
Há algum tempo estava pensando em postar algo a respeito, pois estava com a ideia de fazer isso na igreja onde congrego, mas como o guitarrista mudou de cidade, abortei a ideia.
Como você mencionou "Essa pratica não é nenhuma novidade, mas gostaria de saber se algum de vocês já usou ou usa um sistema desses, quais foram os resultados. Para os que nunca usaram, o que pensam a respeito?"
Eu nunca usei, mas acho que é a solução ideal para igrejas.
Mas vejo um problema para timbrar o amp, então recomendaria utilizar cabeçote e caixa separada, colocando somente a caixa isolada com mic, para que o guitarrista possa trabalhar mais tranquilo. Em alguns caos o amp com um som mais clean é necessário, em outros o som com drive é necessário. Ai fica complicado se tudo estiver fechado sem acesso para o guitarrista.
Vi uma reportagem da Sound on Sound, onde em muitos shows ao vivo estão utilizando este recurso, as vezes colocando a caixa debaixo do palco, outras bem atrás do palco e deixando somente os musicos com fone e limpando realmente o palco.
Acho excelente esta iniciativa e gostaria de receber seu Feedback sobre isto.

um abraço.
 

pTjz

Moderator
Moderador
#14
então recomendaria utilizar cabeçote e caixa separada, colocando somente a caixa isolada com mic, para que o guitarrista possa trabalhar mais tranquilo.
Essa é minha idéia, deixar a caixa microfonada fora do palco e deixar dentro do palco o AMP, eu só levaria um speaker cable do amp até a caixa.
Assim ele pode colocar o fone dele e timbrar como lhe agradar.

Tem outros detalhes como posicionamento do MIC em relação ao AF, mas isso poucos entendem, então eu posso deixar OFF AXIS que normalmente é a posição que todos usam e que mais me agrada e deixo...
Para os que entendem abro exceção e mudo o posicionamento.
 
#15
Eliabe,
já que mencionou sobre posicionamento de mic, vou deixar uma questão.
vc já utilizou o mic posicionado atrás da caixa?
vc acha que mudaria o timbre em algum ponto?

a caixa que uso é aberta atras. acho que não teria problema, a não ser maior reflexão do som devido a caixa ficar proxima da parede.
 

pTjz

Moderator
Moderador
#16
@Fabio_Portella desconeço alguém que use somente 1 mic na parte de trás.
Sei que é comum usar um MIC no AF e um na parte de trás para pegar mais o punch dos graves.

Creio que usando somente 1 mic atrás teria um som bem fechado, uma espécie de imagem do som incidente, não sei se isso seria agradável...
 
#19
Muito interessante o tópicos galera, parabéns!

Na minha igreja estamos comprando um combo valvulado que ficara microfonado atrás do altar. E surgiu esta dúvida do aquecimento, ainda mais agora com o verão. Acho que no primeiro momento não iremos isolar acusticamente, pois nosso problema não é o som, e sim espaço, e então monitorar o aquecimento do amp. E detalhe, o amp de baixo ficará na mesma peça, algum de vocês já usou assim, um gate resolveria o problema do som do baixo sair no microfone do amp da guitarra?
 
#20
Jefrey, vazamento sempre vai existir, então a solução é minimizar ao maximo para que ele não atrapalhe.
Um bom microfone, como o SM57, bem posicionado vai amenizar em muito os problemas de vazamento.

Na igreja onde congrego a caixa da guitarra fica proxima da caixa do baixo. Uso na caixa da guitarra um SM 57 "colado" na borda do falante e um pouco inclinado para que a area de rejeição do mic seja a maior possivel para o som vindo do amp do baixo. A captação do mic da guitar pega muito pouco do baixo. O que incomoda mais são os graves que resolvo com um filtro no equalizador.
No baixo uso um DI e não tenho problemas de vazamento nele.
Acho que a grande maioria das pessoas que conheço trabalham assim.
Uso um gate na guitar somente para evitar alguns chiados que ocorrem quando a guitar está "parada", isso dependendo do efeito que é usado.