• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Bateria eletrônica x Bateria tradicional

#1
Amigos,

Como plano para melhorar o som da igreja, to pensando a bateria.

Não sei porque, mas sem ela, os sons ficam mais audiveis, os louvores ficam mais bonitos pois você houve bem o teclado, o baixo, o violão, as vozes.

Mas é só entrar a bateria, que parece que o som dela bagunça tudo, não é questão de tocar direito, parece que o som dela sai reverberando, nao sei bem como dizer, mas ela embola tudo, é bom quando tem um louvor sem bateria, para voces terem noção.

Existe a opção de microfonar, mas minha igreja eh pequana (para 100 membros) e gastaria nao so com o isolamento acustico, mas com a microfonação da bateria tambem.

Aí pensei numa bateria eletronica, vou comentar com os músicos para ver o que acham. É chato que fica um negócio sintético, o som nao é natural, mas vai nos dar controle total sobre o som da bateria.

O que acham?
 

Deiny

Active Member
#2
Pois bem... estamos com o mesmo projeto na igreja...
Porém já temos uma idéia clara do que queremos, o que vamos utilizar, estamos em fase de pesquisa pra posterior implementação...

Acho que pra igrejas, um otimo custo beneficio seria o kit staff drum Dp-100 UP... A caixa e bumbo são de telas sinteticas, transmitem um "feeling" mais próximo da bateria acústica. Existem outras opções da propria Staff Drum como o kit VWS-9 que contém todos os pads de tambores com pele sintética. Para os mais abastados, os modelos da Roland com certeza agradarão (com exceção da HD-1 que é simplista demais para o preço ao meu ver).

Com relação ao módulo, a Staffdrum também os produz, mas não tenho conhecimento de alguem que use-os pra que possa opinar. Os módulos da roland são os melhores, porém os mais caros.

Ainda existe a opção de ligá-la ao notebook e utilizar samples de timbres reais de bateria acústica, o que torna o som MUITO melhor. Mas aí dependeria da disponibilidade de um notebook só pra essa aplicação, e a maquina não pode ser mt ruinzinha, pois esses aplicativos requerem bastante processamento do computador.

Porfim, como creio que o pessoal aqui do fórum não tem muita experiência com e-drums, te indico um forum que vai te orientar bem nesse aspecto: <!-- w --><a class="postlink" href="http://www.ebatuque.com">www.ebatuque.com</a><!-- w -->

valeu!
 
#3
Valeu Deiny, olhei a HD 1 da Roland (R$2.369,00), das Vdrum seia a mais acessível pra gente.

A Yamaha DTXPLORER tá R$ 2.339,00.

Mas eu gostaria de um modelo que simulasse peles e pratos, e não aqueles discos de borracha, sei lá o que é aquilo.

E esse preço tá meio alto tambem.

Não gostei muito dessa Staff DRUM VWS-9, por causa da estrutura, achei feia.

O que acha da Drum DP 70 VR?
 

Deiny

Active Member
#4
Cara, ouço falar bem das Yamaha... mas me parece que tem um certo problema de compatibilidade com acessórios de outras marcas, o que não acontece com marcas como staff drum, drum7 e roland...

Olha cara, entre essa Drum7 e a Staff Drum VWS-9 eu não vejo muita diferença, exceto pelos tambores da drum7 que parecem ser maiores. Mas como empresa, tenho impressão que a Staff é melhor conceituada...

Dá uma olhadinha naquele fórum que te passei no post anterior, a galera de lá tem mais experiencia com isso.
 
#5
Prezado ls.bastos,

Antes de gastar uma grana dessas, já se perguntaram porquê do som da bateria atual de vocês não estar legal? Isto é, tente esgotar as possibilidades mais simples antes de partir para uma substituição do instrumento.

Por exemplo, verifique a afinação da bateria, pois se ela estiver desafinada, seu som nunca vai soar legal em conjunto dos demais instrumentos.

Outra opção é uma análise acústica do templo (com um pouco de estudo sobre o tema já dá para tomar algumas atitudes simples e básicas), para identificar as frequências que possam estar sobrando no ambiente e tentar aplicar alguma medida que possa absorvê-las.

Essa análise acústica é fundamental, pois, mesmo que você substitua a sua bateria acústica por uma eletrônica, se o problema for realmente acústico, o som vai continuar ruim, mesmo saindo pelas caixas e com controle na mesa de som, pois as frequências problemáticas continuarão sendo reproduzidas.

Outro fator a ser considerado se for optar pela substituição, é que você precisará de caixas de qualidade e, possivelmente, de subwoofer, para poder ter uma reprodução sonora fiel.

Só para dar um exemplo, ma minha igreja o som do bumbo era estranho, não sei o motivo. Um dia, num ensaio, o baterista guardou o pano que cobria a bateria (para proteção de poeira) dentro do bumbo e verificamos que o som melhorou. Se você me perguntar porquê eu não sei te responder, mas que ficou um som mais encorpado ficou. Viu? Foi simples.

Como recomendam os nossos amigos aqui do fórum, teste, teste e teste.

Abraços,

Eduardo.
 
#6
Deiny, postei lá sim. Obrigado pela dica.

Olha o som dela creio ser ruim, primeiro porque é uma Kashima. Segundo, porque as peles já estão todas maltratadas e com certeza estão desafinadas.

Agora penso, será que com uma bateria boa e afinada talvez esse problema do emabralhamento resolva?

Quero sugerir a compra de uma bateria, com 2.000 reais compramos uma bateria eletronica mediana, mas dá pra comprar uma boa bateria acustica, certo?
 

Deiny

Active Member
#7
Se você tiver uma acústica boa e músicos educados, com 2000 você não vai poder comprar uma bateria EXCELENTE, porém provavelmente muito melhor do que a que vc tem hoje. Pesquise os preços das RMV Road, Road UP, são séries boas com preços abaixo de 2.000.
 
#8
Sugestão:

Tente identificar em qual peça é que o som da batera está embolando. A partir daí, descubra a faixa de frequência desta peça e procure algum meio de absorver um pouco estas frequências. Este problema pode ter uma solução mais fácil do que você está pensando.

Abraços,

Eduardo.
 
#9
Uma RMV ROAD é uma ótima pedida para ambientes pequenos pois os tambores são de tamanho reduzidos e com sonoridade excelente. Não é de difícil afinação.

Uma RMV ROAD de 3 tons está na faixa de R$ 1.650,00 (bateria pra toda vida), mas esta bateria não vem com pratos.

Comprando um kit de pratos bem simples vc vai gastar +- R$ 500,00.

É um investimento alto, porém é uma ótima bateria.

Sobre afinação confira o tópico: <!-- m --><a class="postlink" href="http://www.batera.com.br/variedades/biblia_afinacao_1.asp">http://www.batera.com.br/variedades/bib ... acao_1.asp</a><!-- m --> e dê ao baterista.

Mas lembre-se, procure ajeitar o som da sua bateria atual e educar o baterista. Pois num ambiente para 100 pessoas ele não pode "descer a mão" mas tem que tocar mais controladamente.

Espero ter ajudado.
 
#10
É, eu tinha lido um outro artigo de afinação de bateria no batera.com.br.

O problema é que afinação de bateria é muito subjetiva, num violão você afina o "LÁ" com uma fonte de referencia, e voce mesmo vai afinando, é aquilo ou não é.

É acho que vou fazer esse teste, pois uma bateria nova só vai poder se comprada mesmo lá para do final do ano. Enquanto isso, vou trocar as peles da bateria (que estão todas marcadas e desgastadas pelo uso), ver se consigo alguem experiente para afinar, e conversar com os músicos.

Mas já ouvi muito falar que bateria pra sair um som legal tem que bater forte. Isso confere?

Eu tava vendo que essas baterias Roland HD-1 e semelhantes talvez não nos atenda, seria melhor comprar uma acustica do mesmo preço. São baterias com qualidade mas para quem tá iniciando no ramo, não? A menos que a igreja libere verba para um bateria de 3.500 reais, já dá pra comprar algo melhor, mas isso não só pensando na qualidade do som, mas tabem no nivel de ruído emitido, a igreja fica em bairro residencial, é casa dos lados, na frente e atrás.

Grande abraço.
 
#11
Olá Bastos, se você optar por bateria eletrônica, procure os modelos da ROLAND, de preferência da TD-3 pra cima, fuja de STAFF DRUM e a que vale a pena da YAMAHA deve custar uns R$ 8.000,00 então fuja delas também.

Você também pode comprar a estrutura e pad´s de qualquer empresa(STAFF, YAMAHA, etc) desde que o módulo seja ROLAND tá tudo certo.

Em relação aos pad´s de pele sintética e os de borracha, na hora de tocar e no som não faz diferença nenhuma, na verdade os de borracha dão até um quique legal na baqueta.

Agora, se você optar por bateria acústica, apoio 100% a RMV(no caso de igreja com 100 membros é o ideal), só não acho que é bateria pra vida inteira, se forem vários bateristas ela vai durar uns 10 anos, se for um só de repente dure uns 15 anos, depois fica toda "frouxa", mas quem sabe ela aguenta até mais né?Depende do cuidado.

Por último, se você for só trocar as peles, compre a GENERA 2(G2) hidráulica da EVAN´S, você vai gastar um bom dinheiro no começo, mas se o batera tocar realmente para 100 pessoas a pele vai durar muuuuuuiiiito(as minhas vão para 6 anos tranquilas), profissionalmente isto é errado, mas também os caras tocam pra "rasgar" e têm patrocínio de quantas peles quiser, nós não né?E além disso, quando você comprar a batera nova as peles ainda vão servir para ela.

Verifique também qual baqueta que ele usa, se for com ponta de nylon, nem fale nada, simplesmente jogue fora, se for 3A, 3B, 5A, 5B, etc, jogue fora também, para 100 pessoas o cara têm que usar no máximo 7A, que é a mesma que 901 Jazz da Ibañez muito boa, agora se você quer uma baqueta show de bola para 100 pessoas compre a Ibañez 900 Bossa, esta sim é excelente!

Ah, em relação à bater forte, realmente dependendo da afinação o som fica mais encorpado, mas dá tranquilo para bater fraco e tirar um som excelente, principalmente com louvores da igreja.

Um abraço.
 
G

Guest

Guest
#12
Aí pensei numa bateria eletronica

ls.bastos, na minha igreja nos compramos uma bateria eletronica (roland Vdrums td-3 [R$ 4,100]), ela resolveu o nosso problema (vizinho), alem de ser uma bateria muito boa, ela simula uma bateria cde verdade, nao e como yamaha dd e tal.
Quanto ao seu problema com a bateria acustica, ela provavelmente esta "sujando" o som por ela não ser muito "boa" ou então ela esta desafinada, uma outra possivel solução e também muito simples e comprar "vasourinhas" que deixam o som muito mais suave e também tiram um timbre legal da caixa, ao inves de você gastar dinheiro comprando outra bateria você também pode gastar reformando esta atual, comprando jogo de peles e pratos, se você quiser fazer um teste compre apenas pratos para o chimbal e pele porosa para a caixa, para o chimbal compre zildjian serie-K e para a caixa compre pele evans (as melhores) ou então remo, depois de uma boa afinada se você não souber afinar me add no msn que eu te ajudo: <!-- e --><a href="mailto:[email protected]">[email protected]</a><!-- e -->, so mais uma coisa, NÃO!!! compre RMV, são "baterias de plastico", elas sujam muito mais o som, corra pricipalmente de serie road-UP, prefira sempre TAMA ou MAPEX, uma boa opção e a MAPEX Vseries, bateria muito boa.

espero ter ajudado.
abraços.
Lucas.
 
#13
Lucas, quando chegar em casa te add no MSN ok!

Cara, ouvi muita gente recomendando a RMV Concept X5, não acha a Concept uma boa série?

A RoadUP seria mais pé-de-boi?

Falei com a esposa do pastor, e ela se interessou pela bateria eletronica, pois dá pra controlar o som dela.

Essas baterias da Drum7 e da StaffDrum já vem com módulo? Pode comprar sem módulo?

Calebe, se não for comprar uma bateria, vou seguir suas dicas.

Abraços!
 
G

Guest

Guest
#14
Cara, ouvi muita gente recomendando a RMV Concept X5

ls.bastos, seguinte: independente de ser concept ou road-UP, o ruim da rmv são as "ferragens", que na verdade não são ferragens são "plasticagens" rsrs, mais das duas e a concept x5, a road-UP e mais para iniciantes.

Em questão dos modulos e o seguinte: você pode comprar o modulo separado sim, poque qualquer pad funciona em qualquer modulo, mais 40% da batera eletronica oque manda são os pad´s(flexibilidade e tal); outra boa opção e essa mesmo, economize nos pad´s e gaste mais no modulo, pois tem modulos que dão um realismo maior.

abraços,
Lucas.
 
#16
Olá Bastos,

Aqui na minha cidade também temos esta dificuldade, as lojas se limitam a apenas 2 ou 3 modelos diferentes de bateria eletrônica e nos deixam meio inseguros na compra.

Então fiz o seguinte, digitei no YOUTUBE as marcas e modelos dos módulos que nos interessam, e pedi para que o baterista da minha igreja ouvisse as demonstrações feitas por várias pessoas(tanto profissionais quanto amadores).

Através deste método, ele pôde chegar a algumas conclusões bem mais concretas a respeito de qual módulo comprar.

Lembre-se que o ideal é usar um bom fone para ouvir os arquivos do YOUTUBE, pois se ouvir através das "caixinhas" do PC, pode-se haver um mascaramento da verdadeira qualidade de áudio do módulo desejado.

Abraços!
 

Deiny

Active Member
#18
Re: Aí pensei numa bateria eletronica

lucas--rocha disse:
So mais uma coisa, NÃO!!! compre RMV, são "baterias de plastico", elas sujam muito mais o som, corra pricipalmente de serie road-UP, prefira sempre TAMA ou MAPEX, uma boa opção e a MAPEX Vseries, bateria muito boa.
Lucas.
Com certeza, concordo plenamente que que TAMA e MAPEX são ótimas marcas, mas se formos pra esse âmbito acho que prefiro uma DW rs...

Lembrando que estamos trabalhando com um cenário de uma igreja de 100 membros, e um orçamento previsto para 2000 reais mais ou menos. Qual melhor custo X benefício nesta faixa de preço!? RMV ROAD UP. Além de "audiófilo" sou músico, e a bateria é um dos instrumentos que eu toco, e afirmo que para igrejas desse porte não há escolha melhor. As RMV ROAD UP (e claro, séries melhores como a concept, utilizada por diversos profissionais da música brasileira), têm ótima sonoridade para o seu preço. Com relação às ferragens, já toquei em uma "Street" que hoje é a série ROAD, e nessa as ferragens realmente são ruins (apesar de a bateria hoje ter mais de 6 anos e nunca deu problema algum). Mas na nossa orquestra temos uma Road UP 3 tons com bumbo 22x18... e te digo que a única peça que não gosto dela é a caixa (temos uma ADAH no lugar da original).

Enfim, recomendo!
 
G

Guest

Guest
#19
Na verdade este quesito de melhor bateria vai muito por gosto, concerteza para um baterista de apresentação uma bateria de 3 tons e 2 surdos e otima, eu pessoalmente não gosto de bateria muito preenchida, e também DETESTO aquele tonzinho de 8", que tem um som insuportavel, e aquilo que eu disse; para mim RMV não e bateria, mais e claro que estamos falando de RMV´s dentro das condições do nosso amigo, porque se fossemos recomendar qualquer uma concerteza recomendaria uma Concept Exclusive pbn26 ai e so trocar a maquina de chimbal e as duas estantes comprar um jogo de peles descentes e um jogo de pratos, ai você teria uma bateria de verdade rsrsrsrsrsrs.


abraços,
Lucas.
 
#20
Calebe, muito boa a idéia do You Tube, tinha esquecido!

Consegui uma Yamaha DTXPRESS para testar numa loja, vou no sábado, fica a uns 60km aqui de casa, mas vou testar, heheheh!

Tão vendendo por 2.600 reais, mas a vista no dinheiro por 1.950 reais. Eu to estranhando, to achando muito barato (claro que nao comentei com o vendedor). A DTXPLORER, que é inferior a ela, certo, achei por 2.300 reais (sem desconto, em outra loja). Agora fiquei na dúvida. Mas vou testar!

Ah a loja é representante da Yamaha e da Roland.

Falando com a esposa do pastor talvez ela libere os 3.000 reais pra bateria se for eletronica, mas pela questão de controlarmos o som no templo, ela se interessou muito nisso. Mas não é pra agora, disse ela.

Se for acústica, acho que vou de RMV Concept X5!