• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Biombo para Bateria

#1
Na minha igreja temos um ótimo baterista. O cara é bom instrumentista, toca legal, todos os ritmos. Ele até manera nas batidas quando as pessoas pedem, já que não temos um templo grande.

O problema é que mesmo assim o som fica alto. Para mim tolerável, para outros altíssimo. Agora então que estou sumindo com os cubos, ligando os instrumentos na mesa e usando retornos para os músicos (fones são para o futuro) o som da batera tá incomodando ainda mais.

Surgiu então a idéia de instalarmos um biombo para a batera, microfonando as peças. Eu particularmente não sou favorável, mas o pessoal da equipe tá vendo várias igrejas, programas de TV e shows usarem e eu estou sendo a minoria. Como essa é uma decisão que gerará um custo que a princípio será considerável, gostaria de saber das experiências dos irmãos que já passaram por esta dúvida e hoje utilizam o biombo, pois, antes que instalem de qualquer maneira, eu pretendo estudar este recurso, pois não gosto de gastar dinheiro da Obra do Senhor só para "tentar dar uma melhorada".

Quais os prós e os contras? Quais foram as dificuldades encontradas? Como foi a elaboração do projeto? Comprou pronto ou fez você mesmo? Como está o som agora? E a estética, piorou? Precisou de absorvedor no chão ou nas paredes? Fez um aquário ou só um biombo frontal?

Só para informação, nosso templo comporta umas 250 pessoas, mas buscamos sempre a qualidade necessária para entedermos da melhor maneira a mensagem falada, portanto, se acharmos que um biombo irá nos beneficiar, com certeze o faremos.

Agradeço as colaborações.

A paz,

Eduardo

OBS.: Aos administradores: Caso queiram mover o tópico para algum local mais apropriado fiquem à vontade.
 

bersan

Administrator
Moderador
#2
Eduardo,

há bastante mensagens sobre biombos aqui. Alguns realmente custam uma fortuna, coisa de R$ 2.500,00 para lá.

Existem alguns problemas em você colocar a bateria dentro de um Clearsonic:

- condicionamento de ar. Vai fazer muito, muito calor lá dentro depois de algum tempo.
- você terá que microfonar a bateria. Um kit custa pelo menos R$ 500,00 (o mais baratinho, Soundking), e você precisará de pelo menos uns 5 canais na mesa de som.

Então, em vez de colocar um biombo completo, que tal apenas dar uma "abafada" na bateria? No Anfiteatro, usamos biombos de madeira (1,25m x 2,50) - feitos de chapa de compensado, MDF. Compra-se em lojas de madeira. Qualquer marceneiro sabe. As chapas são revestidas de material absorvente (Sonex ou mesmo colchão casca de ovo).

Não é que vai resolver tão bem quanto um produto de R$ 2.500,00, mas vai ajudar e, principalmente, será barato. No máximo uns R$ 300,00, incluindo a madeira e o colchão.

Esses dias fui na igreja do usuário Calebe Lobo, aqui do Fórum, ele fez isso e ficou show de bola. Mande uma mensagem em PVT para ele, pergunte sobre como fazer, custos, etc.

Um abraço,

Fernando
 
#3
De uma olhada nesse topico, tem alguma coisa q pode te ajudar...

<!-- m --><a class="postlink" href="http://www.somaovivo.mus.br./forum/viewtopic.php?t=196">http://www.somaovivo.mus.br./forum/viewtopic.php?t=196</a><!-- m -->

Eu tb tenho esse problema pra resolver, penso em colocar um biombo de acrilico com absorvedores a meia altura (uns 70cm). Ja pensei tb em colocar uma bateria eletrica, mas isso vai depender dos bateristas tb, nao envolve so a minha vontade, enfim, eh algo complicado pra se resolver, mas com paciencia, estudo e muita oracao se resolve.
 

Spurgeon

Active Member
#4
Pessoal,

Na tentativa de obter redução de volume dentro do templo, sou um ardoroso defensor do uso dos chamados "biombos". Como disse o Fernando, é uma solução cara, todavia em algumas ocasiões é a única que atende ao propósito, desde que bem projetada.

Partindo do pressuposto que o baterista é bom de fato, mesmo em uma situação de limite, aquela em que ele negocia ao máximo o volume produzido pelo seu instrumento, dependendo do estilo de louvor da igreja e do tipo de música tocada, um bom baterista sabe que rebaixar demais a pressão sonora implica em perda de execução, assim como nunca vai aceitar colocar abafadores em peças separadas pois o ouvido dele vai indicar perda de timbre.

O outro lado é que em certas ocasiões, como disse o Fernando, apenas um estudo simples de bloqueio de som já resolve o problema. Tudo depende do estudo do caso.

Existe uma enorme diferença no uso de "biombos" usados em algumas gravaçoes ao vivo para aqueles usados em igrejas. No primeiro caso, o principal propósito e gravar a bateria evitando-se ao máximo o vasamento sonoro. Dentro do estudio, na etapa de mixagem, quando for mixar o bumbo eu quero ouvir o bumbo, e não uma massa de sons vasados de outras fontes.

Já no caso de igrejas o principal objetivo é reduzir níveis de SPL. O principal erro que vejo é que em raríssimos casos existe um bom projeto técnico por tras, gerando perda de dinheiro.

Sempre que se confina som deve se ter o máximo de cuidado. Não existe receita de bolo, existem conceitos que uma vez seguidos geram bons resultados.

O que eu posso dizer é que funciona, e para quem trabalha mixando bandas, ter o baterista em mãos, ajuda muito entregar o som que a igreja espera receber sem ser agredida ao passo em que garante ao baterista executar seu instrumento com precisão. (Não me refiro a bateristas barulhentos, sem educaçã oe chatos, me refiro aos que de fato sabem executar o instrumento e são bons músicos de fato).

Abraços,
 

bersan

Administrator
Moderador
#6
Olá Giorgio, bom te ver por aqui.

o problema maior sao os reflexos e temq usar gates pois, se nao tiver gates esquece, vira so rolo. abs!
Como você está confinando o som da bateria dentro de um local pequeno e fechado, evidente que haverá reflexões nas paredes, ainda que meia parede seja de espuma absorvente. Os vazamentos serão intensos de um microfone para outro, por isso o uso de canais de gate (configura-se o equipamento para só liberar o som quando aquela peça for tocada, fechando logo depois). Você está certíssimo.

Só que imagine o custo: o Clearsonic (R$ 2.500,00) + kit de mics + 2 compressores de 4 canais (Behringer MDX 2600 e afins). Seu custo vai bater fácil os R$ 4.000,00, talvez até mais.

Uma solução que já experimentei é microfonar "menos" a bateria. Dois Samson C02 over e um mic para o bumbo. Tive bons resultados. Os Samson davam conta de todos os tons e pratos, logo vazando pouco.

Minha proposta não é "fechar" completamente a bateria, mas sim atenuá-la um pouco, através de biombos de meia altura. O custo não chega a 10% do valor acima descrito. A redução de volume também não é grande, mas muitas vezes ajuda.

O Spurgeon está certíssimo. Cada caso é um caso, e precisa-se pensar muito bem.

Um abraço a todos,

Fernando