1. This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Compressor e Limiter na Prática

Discussão em 'Yamaha' iniciado por grpst, 26 Agosto 2013.

  1. grpst

    grpst Well-Known Member

    Afiliado:
    31 Janeiro 2008
    Mensagens:
    4,984
    Aprovações Recebidas:
    26
    Localização:
    Macaé
    Galera,
    Tenho muitas dúvidas com relação ao uso do Limiter e do Compressor na 01V96I. Sinto MUITA necessidade de utilizá-los. Preciso utilizar um limiter no master, pois vire e meche o conjunto se empolga e tem uns picos ensurdecedores, e preciso utilizar o compressor em umas 6 vozes, 4 para segurar quando se empolgam e 2 pra normalizar no início dos solos e nas retomadas(Pois cantam muito baixo nesses momentos).

    Sei que preciso, mas não se como fazer isso de modo rápido e prático. Existe alguma pré-configuração que posso fazer ou SEMPRE dependerá de cada local onde formos? O Limiter e o compressor vão atuar no sinal de entrada( De forma que eu possa deixar sempre setado, independente do local) ou no resultado final, tendo eu, mero mortal, tendo que regular sempre?

    Grato! :D
     
  2. carlosecg

    carlosecg Administrator Moderador

    Afiliado:
    20 Outubro 2008
    Mensagens:
    2,635
    Aprovações Recebidas:
    37
    Localização:
    Brasília
    Gabriel, respondendo mais de um mês depois... Você já deve ter experimentado mais, então conte para nós os resultados.

    É aquela velha história: não há receita de bolo, cada caso é um caso, cada cantor e instrumento é diferente...

    Mas eu acho que a COMP LIB é um bom ponto de partida. Eu costumo carregar um preset e mexer no threshold e ratio. Minha necessidade é a mesma da sua: dar uma segurada em vocais mais animados.

    Mas ainda não fiz um limiter no Master. Os mais experientes poderiam deixar sua opinião?
     
  3. grpst

    grpst Well-Known Member

    Afiliado:
    31 Janeiro 2008
    Mensagens:
    4,984
    Aprovações Recebidas:
    26
    Localização:
    Macaé
    Carlos,
    Estive num evento com o grupo PRISMA BRASIL da nossa igreja. Havia um técnico local, contratado pela empresa PRO3 de macaé, e ele me deu muitas dicas.

    Achei incrível como consegui aprender a mexer no basico em 2 minutos.

    O macete é basicamente o seguinte:

    Threshold = QUANDO o compressor vai começar a atuar
    ---> Se o cara ta cantando e as entradas de sinal foram bem reguladas, na 01v96i, por exemplo, vai estar cantando geralmente em -15db, com picos em pouco mais de -18db. Dessa forma, só precisamos comprimir se ele passar MUITO de -18db. Logo, podemos deixar setado pra atuar em -15db, de forma quem ele nem vai atuar em -15db direito, em -18db ele já ta querendo trabalhar, passando disso ele segura.

    Ratio = QUANTO o compressor vai atuar.
    ---> Quanto maior a razão, maior a atuação. Na 01V96I, quando o compressor atua, aparece uma barra que vem de cima pra baixo, enquanto há uma barra que vai de baixo pra cima, que é a do sinal. Quando a barra do sinal(essa barra fica na direita) chega a -15db, o compressor atua, de forma que a barra da compressão aparece. Na 01v96i em especial, quando essa barra aparece e vai até 1/4 de onde ela pode se extender, ele tá atuando bem pouquinho. Você só sente ele atuando bem quando ela já passa da metade.

    Quanto aos outros parâmetros, pode deixar no padrão, e surgindo a necessidade vai alterando. O que vai fazer o compressor atuar MESMO é o threshold e o ratio.

    Realease: Após a compressão, o quanto vai demorar a voltar ao normal, parar de comprimir.

    Attack: No momento da compressão,a atuação é bem rápida(Que é o meu caso e o do Carlos, pra cantores que dão aquele berro do nada) ou bem devagar.

    Decay: É parecido com o attack, mas o inverso. É a velocidade com que a compressão para de atuar. Logo, ela para de atuar, e o realease segura o sinal comprimido e vai descomprimindo até o momento que desejarmos.

    É tipo uma porta. O sinal(voz/instrumento) é o vento. A porta não tem fechadura, então quando o vento bate, ela abre.

    Bate um vento de 100km/h, o que ocorre?

    Threshold: Ele que determina se o vento é forte o bastante pra abrir a porta. Se a porta ta setada pra abrir com vento de 90km/h, ok, ela abre.

    Ratio: Quanto essa porta vai abrir. A cada 2km/h que aumentar, ela abre 20cm.

    Attack: A porta abre rápido ou devagar? Abrirá 20cm a cada 1 segundo.

    Realese: Quando o vento parar, a porta vai começar a fechar ou vai ficar um pouco na posição em que o vento a deixou? O decay determina se ela já começa a fechar ou se ela enrrola um pouquinho.

    Decay: Após a porta começar a fechar, ela fecha rápido ou devegar?

    E pra quem quer ir pela lógica:

    Release: Relaxamento

    Decay: Caimento

    Espero que fique mais claro. Se houver algum erro, me corrijam por favor.

    Um abraço
     
  4. G.Jr

    G.Jr Member

    Afiliado:
    17 Junho 2014
    Mensagens:
    325
    Aprovações Recebidas:
    2
    Muito boa a explicação.

    Eu tinha duvida com relação a se tinha algum problema em iniciar a COMPRESSÃO em níveis, como o citado - 15 dB, bem abaixo do "tal" 0 dB.

    Valeu.
     
  5. grpst

    grpst Well-Known Member

    Afiliado:
    31 Janeiro 2008
    Mensagens:
    4,984
    Aprovações Recebidas:
    26
    Localização:
    Macaé
    Rapaz,
    Não é bem abaixo do 0db. Lembre-se que cada mesa tem sua escala. No caso específico da 01v96i, o 0db fica em -18db.

    Na minha explicação eu acabei confundindo. Na verdade, eu seto o threshold em -20db. O -18dbf é o meu 0db. Já o -20dbf é o meu -2db mais ou menos.

    Deu pra entender?

    Sempre verifique no manual!

    Um abraço
     
  6. LucasAlvarenga

    LucasAlvarenga Active Member

    Afiliado:
    9 Dezembro 2008
    Mensagens:
    1,072
    Aprovações Recebidas:
    10
    Localização:
    Globo terrestre
    Cara
    Uma aula dessas não se encontra por ai de graça rsss, parabéns foi muito bem colocado os parâmetros e explicações, vou testar assim que der.

    8) 8)
     
  7. G.Jr

    G.Jr Member

    Afiliado:
    17 Junho 2014
    Mensagens:
    325
    Aprovações Recebidas:
    2
  8. D som

    D som Active Member

    Afiliado:
    30 Setembro 2010
    Mensagens:
    1,486
    Aprovações Recebidas:
    4
    É assim que o Sav é o SaV!...

    Sempre tem explicações , ajudas, dicas...coisas boas!
     
  9. grpst

    grpst Well-Known Member

    Afiliado:
    31 Janeiro 2008
    Mensagens:
    4,984
    Aprovações Recebidas:
    26
    Localização:
    Macaé
    Isso me incentiva! Valeu cara! O importante é contribuir aqui pra que outros aprendam tanto quanto já aprendi no som ao vivo (Tudo que sei, e isso começou em 2007).

    Aquele abraço
     
  10. Neemias Moraes

    Neemias Moraes Member

    Afiliado:
    24 Março 2011
    Mensagens:
    143
    Aprovações Recebidas:
    0
    Gabriel
    Muito obrigado pela contribuição.
    Você não tem ideia o quanto me ajudou!
    Deus lhe abençoe...
     
  11. grpst

    grpst Well-Known Member

    Afiliado:
    31 Janeiro 2008
    Mensagens:
    4,984
    Aprovações Recebidas:
    26
    Localização:
    Macaé
    Estamos ai pra isso amigo.
    Aquele abraço
     
  12. gabriel_equalize

    gabriel_equalize Moderator Moderador

    Afiliado:
    14 Abril 2008
    Mensagens:
    23,178
    Aprovações Recebidas:
    17
    Localização:
    Brasília/DF
    Achei bem bacana a didática da explicação. Não achei erros.
    É claro que o assunto é bem mais profundo, pra quem se interessar em estudar. Mas o básico está aí

    Agora, falando da sua dúvida inicial, concordo que a biblioteca da mesa é um bom ponto de partida para os compressores.
    Para fazer o limiter (que teoricamente não existe na O1V96), basta fazer um compressor com Ratio em infinito:0.
     
  13. rafaellerm

    rafaellerm Active Member

    Afiliado:
    15 Julho 2008
    Mensagens:
    4,131
    Aprovações Recebidas:
    4
    Por mais que não esteja errado, achei confusa essa parte. Prefiro entender o compressor como uma outra analogia, um pouco mais próxima de nós: o compressor atua como uma pessoa muito rápida e precisa baixando o fader quando necessário. O GR (Gain Reduction) que aparece na 01V é exatamente o quanto o sinal está sendo atenuado naquele momento. O Ratio define o quando o sinal "passa": em um ratio de 4:1, para cada 4dB que a entrada passar do threshold, o sinal de saída vai passar 1dB do threshold. Infinito:1 não deixa passar nada, diminuindo o volume o necessário para segurar a saída, e 1:1 não faz nada.

    Não podemos esquecer também dos tempos, principalmente Attack e Release. Para funcionar como limiter, é importante que o Attack seja curto, e o Release pode ser mais comprido. Na 01V96, o preset "Limiter2" tem características assim.
     

Compartilhe esta Página