• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Conselho de pai

bersan

Administrator
Moderador
#1
Tópico para a discussão do seguinte artigo publicado no Som ao Vivo:

Conselho de pai
<a class="postlink" href="http://www.somaovivo.mus.br/artigos.php?id=254" onclick="window.open(this.href);return false;">http://www.somaovivo.mus.br/artigos.php?id=254</a>

Aqui está um pequeno trecho do artigo:
"<p>E-mail recebido dia 06/Abril/2011. <br />
<br />
Fernando, a paz do Senhor.<br />
<br />
Preciso mais uma vez da sua ajuda. E como você viu no assunto da mensagem é um conselho de pai, pai do som. Como diz o povo aqui da loja, meu guru do som.<br />
<br />
Então vamos lá:<br />
<br />
Por algumas vezes o XXXXXX, da Banda XXXXXX (que foi na sua casa comigo ouvi..."

Comentários são bem-vindos.

Atenciosamente,
Equipe Som ao Vivo
<a class="postlink" href="http://www.somaovivo.mus.br/" onclick="window.open(this.href);return false;">http://www.somaovivo.mus.br</a>
 

gabriel_equalize

Moderator
Moderador
#3
Para os cristãos do fórum (ou quaisquer outros que queiram ler), vai minha opinião:
Você, meu filho, está naquele local a trabalho, e não para participar do evento. Não está fazendo nada ilegal, não comete nenhum crime. Nem sequer seu coração está ali! Assim como você, alguns garçons, as faxineiras, seguranças ou outros empregados do local de eventos provavelmente também são cristãos, servos do Deus altíssimo. Provavelmente eles compartilham com você o mesmo tipo de sentimento. Mas cada um sabe das suas contas no final do mês.
Concordo plenamente. Cada um sabe do limite da sua carne. Se você se sente incomodado com o ambiente, acho que é um sentimento que deve ser respeitado. Se você tá ali porque realmente precisa do dinheiro, o faça, e saia assim que possível.
Se você, assim como eu, encara com profissionalismo a presença em lugares "esquisitos", manda bala também. Como o Bersan disse, nem sequer seu coração está ali. E é para aí que Deus olha.
 

D som

Active Member
#4
Eu sou um dos tais!

Em algumas das minhas locações eu pensei assim: Se eu fosse policial militar, tambem não estaria aqui? Se eu fosse garçom, tambem não estaria? E se eu fosse conselheiro tutelar? e se eu fosse...?

Mas daí eu penso: Será que eu preciso mesmo desse trabalho? Será que com meu trabalho principal apenas, não daria pra eu viver?

Tudo isso é algo a se pensar...
 
#6
bersan disse:
mas se você ser muito bom no que faz, trabalho não vai faltar, e bons profissionais podem até se dar o luxo de escolher o que fazer!
Essa é a mais pura verdade. Em qualquer ramo profissional, se você buscar ser sempre o melhor, emprego e propostas não vão faltar.

bersan disse:
Pois é, esse sentimento quem coloca no seu coração é o Espírito Santo! Ele é a “consciência” do cristão, nos alertando que o Senhor tem outro propósito para as nossas vidas, não os que escolhemos.
Certa vez, conversando com um amigo que está nesse ramo secular, eu percebí nitidamente esse sentimento relatado no email.

Pensando sobre a situação, eu disse o seguinte:

- Amigo, enquanto existir esse sentimento de perda (perda em não está trabalhando na igreja, em prol reino) em você, está tudo "bem" (na medida do possível). O problema vai ser quando você começar a achar tudo normal demais.

Hoje já está mais perto dele sair da noite. Graças a Deus !
 
#7
A paz.
Olha,DETESTO carnaval,a festa.
O feriado,pra descancar,eu gosto.
Cansei de fazer baile de carnaval,tocando de tudo.
Orava firmemente a DEUS para que terminasse logo.
Quando a polícia chegava e pedia pra acabar por causa do horário eu dava pulos de alegria.
Via de tudo,me ofereciam de tudo mas meu pensamento éra sempre outro.
DEUS tambem me encaminhou para muitos eventos de retiro em época de carnaval.
Esses sim eram ótimos de fazer.
Tinha alegria em faze-los.
Trabalhei tambem em shows de bandas,em jantares beneficentes,em festas de casamento e 15 anos,enfim,já fiz de tudo.
Acho que devemos sim trabalhar pois disso depende o nosso sustento.
O PAI nos conhece bem e se poe esses servicos no nosso caminho é porque sabe que faremos sem distincao.
Devemos trabalhe,nao nos misturar.

William de Araújo.
 
#8
Desculpa, mas indo contra...


Será que não é aí que entra o "ser fiel nas pequenas coisas"?


O meu pensamento, é que pensar "eu estou aqui, mas o meu coração não está" é uma barganha com Deus, ou talvez, apenas uma desculpá pra você sentir mais confortável.

Deus não diz "Não faça isso, mas se você precisar muito mesmo, pode fazer desde que pense em outra coisa". Deus diz pra não fazer e pronto, não é negocíavel. Além do mais, tenho certeza que em certos ambientes, os anjos de Deus não estão ao nosso lado, e se eles não estão, existem outros anjos que com certeza estarão.


Mas é um assunto muito pessoal, somente uma comunhão pura com Deus pode trazer a resposta.
 
#9
Esse assunto é complicadíssimo, tenho minha opinião pessoal sobre isso. Enquanto puder fugir de trabalhos que tentam me "esfriar" espiritualmente, fujo. Mas.........

Essa frase me chamou muita atenção.
gabriel_equalize disse:
Cada um sabe do limite da sua carne.
O ************ anda meio sumido, mas quando acessar o fórum com certeza vai opinar, já conversamos algumas vezes sobre o assunto.
 
#10
Oi, Bersan.
A paz.

Mais que um tema polêmico, vejo sua palavra sensata e pastoral. Acho que você poderia continuar com este expediente. É incrível a sua facilidade com as palavras.
 
#11
Desculpe minha intromissão.
Realmente o assunto é muito delicado. É muito fácil pra quem está de fora atirar pedras. Só a gente sabe o tamanho da nossa fé.

Mas uma coisa me ocorreu:

Você faria a técnica de áudio ou mesmo de vídeo (se fosse o seu ramo) da produção de um filme pornô se realmente precisasse da grana?
Permitiria que seu nome saísse nos créditos? (se bem que o problema nem é esse, já que o que importa é sua relação com Deus e não o que os outros pensam...)

Uma coisa que tenho aprendido é que CERTO e ERRADO não são valores relativos. São absolutos. Não devemos justificar algo devido às circunstâncias. O que ocorre é que Deus pode e será paciente com você porque ele te ama. Mas não vai aprovar uma escolha errada só porque você tem necessidade. Outra coisa que aprendi é que embora os valores CERTO e ERRADO sejam absolutos, toda escolha ao lado de Deus deve ser motivada por uma fé fortalecida na comunhão com ele. Às vezes é preciso DAR UM PASSO DE FÉ. E às vezes é justamente isso que Deus está esperando pra abrir as portas.
Davi só venceu Golias quando atirou a pedra; porque ele tinha certeza de que Deus não o deixaria errar. Porém, até o lançamento da pedra ele teve que experimentar uma armadura pesada que não deu certo, buscar as 5 pedras no rio e enfrentar as ofensas do gigante. Deus não derrubou Golias pra ele. Deus esperou que ele tivesse fé suficiente para correr em direção ao gigante e atirar a pedra e só então, direcionou a pedra para o local exato. Foi aí que Deus agiu. E veja, Davi só precisou da primeira. Sempre me perguntei porque ele havia retirado 5 seixos do riacho. Ele só precisou de um. Ele FOI AO ENCONTRO do gigante, CORREU em direção a ele. Ou seja, Davi tinha CERTEZA ABSOLUTA de que Deus preservaria sua vida. Isso é fé incondicional. Não limitada pelas circunstâncias. Talvez todas estas questões surjam na nossa vida porque não adquirimos ainda essa fé incondicional.

Espero que Deus te abençoe e te fortaleça para fazer a escolha certa.
Estarei orando para que Ele te abra as portas no momento certo.

Abraço.
 
#12
A palavra de Deus.. Mt 6:19 a 34
“ 33 Mas Buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas voz serão acrescentadas.
34 Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.”

Vemos aqui um pequeno trecho da bíblia sagrada.. Buscai primeiro o Reino de Deus.. se Deus é o centro de todas as coisas, Ele também precisa ser o primeiro em nossa vida, você deve dar a Ele o primeiro louvor, e as primícias de tudo mais.. sendo Deus o Primeiro.. inclusive nos dízimos e nas ofertas alçadas. Explico: quando você recebe o seu salário lá no banco, antes de qualquer coisas, retire a parte que cabe a Deus primeiro e leve a casa do Senhor.. e só depois disso, utilize o estante do seu pagamento.. mas temos o costume de fazer ao contrário, tiramos o dizimo, e também o pagamento do XXXX, aquela parcela da ZZZZ, e as contas da casa YYYY, e saímos pagamos pelo caminho.. mas a parte de Deus está ali no seu bolso, separada.. mas Deus não foi o primeiro a ser contemplado e sim os outros... acho de deu para entender..
E depois vem.. e a sua justiça, ora se você coloca Deus em primeiro lugar, cabe agora pedir a Ele a justiça, pois é assim que esta escrito, mas essa parte nós esquecemos, e acabamos por nós mesmo fazer justiça e não Deus, é aqui que erramos, e perdemos a benção.
E após vem.. e todas essas coisas voz serão acrescentadas.. aqui acho que não precisa dizer mais nada, é possível entender perfeitamente.
Quem segue a risca essas palavras, tenho certeza que não tem dificuldades financeiras.

Mas sobre o assuntos dos porcos..
Se o dono ou os donos, tivessem compromisso com Deus, com certeza os porcos seriam poupado. Mas como não tinham, Deus também não tem compromisso em proteger os bens deles.

[]'s.
 
#13
Eu sei que esse assunto é complicado.....

Vai minha humilde opinião:

Não há certo ou errado nestes casos. Você não vai filmar um filme pornô, mas porque não sonorizar uma festa de confraternização de empresas? Sinceramente, cada locação é um caso a parte.

Vou lançar algumas questões para os teólogos presentes, as quais são dúvidas minhas, não estou sendo irônico..

O que vocês acham de José que comprou muitas terras de crentes a preço de banana pra trocar por comida, afinal de contas ele trabalhava pra faraó?

Se vocês fossem prefeitos não liberariam verba para o carnaval ou sei lá qualquer festa? Se for assim nenhum político vai para o céu. Vou repetir : nenhum.

É fácil para muitos dizerem quando são de igrejas ricas ou ganham bem e não gostariam de viver da música. Isso é hipocrisia, viver em um mundo utópico.

E Daniel será que ele não defendia em nada o governo para o qual trabalhava?... Será que ele morava em uma casa humilde como os outros israelitas? Dividia todo salário dele ?

Usemos o bom senso pessoal!!!!!!!!!!!!!!!

Não há certo ou errado.... O fato é que é preciso filtrar o máximo possível quanto aos trabalhos que serão feitos.
 
#15
fabio.santos disse:
Eu sei que esse assunto é complicado.....

Vai minha humilde opinião:

Não há certo ou errado nestes casos. Você não vai filmar um filme pornô, mas porque não sonorizar uma festa de confraternização de empresas? Sinceramente, cada locação é um caso a parte.
Concordo. O exemplo que usei foi justamente para mostrar que muitas vezes, mesmo sabendo que é errado a gente se vale da necessidade para justificar a escolha. Por isso é que usei esse exemplo. É claro que nesse caso, ninguém tem dúvida de que não deve aceitar o trabalho. Mas é verdade que há ambientes (ou apenas o tipo de música) que, embora não sejam adeqüados para um cristão, podem ser encarados como "normais" do ponto de vista profissional.

fabio.santos disse:
Vou lançar algumas questões para os teólogos presentes, as quais são dúvidas minhas, não estou sendo irônico..
O que vocês acham de José que comprou muitas terras de crentes a preço de banana pra trocar por comida, afinal de contas ele trabalhava pra faraó?
Não sou teólogo. Mas acho que é o mesmo caso de Davi quando comeu os pães sagrados. Uma circunstância que não dependia da escolha dele. Era o que ele tinha à disposição. E aqueles pães foram bênção pra ele. No caso de José, Deus o estava preparando para salvar a sua família, o seu povo. Era o que o plano de Deus pra sua vida exigia. É claro que o CERTO seria oferecer um preço justo. Mas ele estava sob ordens. O CERTO seria ele se recusar a cumprir ordens tão injustas. Mas por trás de tudo isso, Deus dirigia. Porém, nada disso muda o fato do que é CERTO ou ERRADO.
Na minha humilde opinião.

fabio.santos disse:
É fácil para muitos dizerem quando são de igrejas ricas ou ganham bem e não gostariam de viver da música.
Isso é hipocrisia, viver em um mundo utópico.
Concordo. Da mesma maneira que é fácil encontrar mil justificativas do tipo "Deus não vai se importar... Eu tenho família pra sustentar... Meus filhos precisam comer..." etc. As pessoas sempre pensam assim: "Ah, se vc acha isso, quero ver quando for com você. Quando seu filho estiver passando fome e você precisar de grana..." E eu confesso que não tenho resposta pra esse argumento. Não sei se teria fé suficiente para recusar um trabalho nestas condições. Só vivendo a situação pra saber. Mas nem mesmo isso muda o fato de que se eu não devo aceitar, eu não devo aceitar e pronto. Acho que as pessoas que conhecem a verdade mas não têm uma fé incondicional (e eu me incluo nessa categoria) sempre pensam assim: Eu NÃO DEVO, mas VOU.

fabio.santos disse:
Não há certo ou errado....
Discordo totalmente.

fabio.santos disse:
... O fato é que é preciso filtrar o máximo possível quanto aos trabalhos que serão feitos.
Concordo. Mas aqui entra também outra questão. Filtrar com base em que parâmetros? Os meus próprios? Se for fazer esse filtro pelos meus próprios parâmetros, é claro que vou aceitar muita coisa que não deveria e posso até recusar algo que não haveria problema.
É complicado demais...

Como você mesmo citou é uma questão para teólogos... rsrs.
 
#16
Oi meus amigos,

Adorei o tópico, as vezes nos envolvemos somente com a técnica e este assunto server para realmente nos conhecermos,

Em um certo momento da minha vida comecei a operar para uma banda secular, era um problema, fomos fazer um Show em Porto Alegre chamado Planeta Atlantida, sai daqui de São Paulo em um ônibus durante 12 horas assistindo filme pornô e fumando maconha por tabela, 12 horas nisto, perguntei a Deus como eu fui me meter naquele lugar,

Deus falou para mim que havia um propósito e continuei, voltamos para São Paulo e foi marcado um SHow para um clip da MTV no Credicard Hall, o show estava vazio e um dos artistas da noite era a banda Happa.

Por mais incrível, o diretor do CRedicard, estava muito chateado e veio conversar comigo, acho que eu era o único que estava sóbrio e nao usava drogas naquele momento.

Chamei ele e disse eu loto este lugar com um evento Gospel, 06 meses depois o Renascer Praise estava gravando o seu DVD no Credicard, e depois da gravaçao o investidor da banda quebrou o contrato e eu nao operei mais para aquela banda.

Vou falar com propriedade, nao se prenda por causa do dinheiro, a vontade de Deus é superior a isto, o seu posicionamento irá te trazer bençaos, nao pense que o dinheiro ira dirigir o que vc precisa.

abri mao de Técnico do OFicina G3, porque nao podia mais continuar com meu ministério na igreja, duas semanas depois que sai da banda recebi uma proposta para ganhar 3x mais o que ganhava no Oficina G3.

Agora, uma vida de comunhao com Deus irá fazer você ouvir a voz de Deus, nao existe nada melhor doque seguir o que Deus lhe manda.

Tenho pelo menos mais umas 30 ou 40 experiências de viver a prosperidade do Senhor, por causa do amor de Deus sobre a minha vida.

Cara nao se prenda a nada, pense que Deus te amou primeiro, antes de vc se converter, antes de qualquer coisa será que este mesmo Deus vai te deixar na mão?
 
#17
Quando Davi comeu não sabia da ordem de Saul.... é diferente.
José não sabia que não deveria fazer aquilo? Ele comprou do próprio povo a terra que foi prometida a Abraão para Faraó.
De certa forma Deus estava na vida de José pela sua prosperidade, mas estava quanto a forma de trabalho?

São questões tão complicadas que geram mais discussão do que edificação.

Espero que o Senhor nunca me deixe trabalhar pra outro propósito que não seja para sua glória!!!!!!!!!!!!!!

Estou começando e nunca fiz sonoriazação mais profissional ( ainda ), tenho meia dúzia de caixas e 2 baterias ( acústica e eletrônica ), rsrsrsrs sonho em viver do louvor de forma irrepreensível também, mas não julgo mal quem trabalha em alguns meios seculares.

Tenho um conhecido que faz e ele me disse: infelizmente os piores clientes são cristãos. Querem tudo de graça e as vezes nem pagam, rsrsrsrsrs.

Que o Senhor nos ajude a verdadeiramente fazermos a diferença!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Maior é o que está em nós do que o que está no mundo.
 

bersan

Administrator
Moderador
#18
Olá gente, é um prazer está aqui de volta com vocês.

Eu só quero colocar para vocês uma coisa.

Pensei MUITO (muito mesmo) antes de postar esse tópico aqui, porque sei que o assunto é polêmico, pois cada pessoa terá um entendimento. Eu mesmo discuti essa situação em um grupo de 10 pessoas todos da minha denominação, e tivemos umas 3 ou 4 opiniões diferentes, e o interessante é que todas defensáveis com base em exemplos bíblicos. Muito mais fácil seria fazer um artigo técnico.

Mas a pergunta foi séria, de um "meus meninos" (trabalha comigo em um Anfiteatro), estava passando um conflito espiritual grande, de um lado sofrendo críticas, do outro cheio de contas para pagar. Não poderia me omitir, deixar sem uma resposta. E pensei: realmente, é um assunto que será importante para todos, então daí nasceu o artigo.

Mas eu gostaria de deixar uma coisa muito clara. Não haverá uma resposta correta, assim como não haverá uma resposta errada. A experiência com Deus é PESSOAL, e cada um examine-se a si mesmo se é digno de estar em comunhão com o Senhor. Assim, eu gostaria de pedir encarecidamente: RESPEITEM A OPINIÃO UNS DOS OUTROS.

Isso vocês já tem feito, estão de parabéns. Mas é bom lembrar isto antes que aconteça algum problema, OK?

Comentários:

bersan escreveu:
mas se você ser muito bom no que faz, trabalho não vai faltar, e bons profissionais podem até se dar o luxo de escolher o que fazer!
Meu Deus, que horror. Deu até cacofonia. O correto é "mas se você FOR muito bom no que FIZER..." Assassinei os tempos verbais. Desculpem.

Gerson Araújo escreveu:

Mais que um tema polêmico, vejo sua palavra sensata e pastoral. Acho que você poderia continuar com este expediente. É incrível a sua facilidade com as palavras.
Eu estou "tateando" nessa campo "espiritual", e morrendo de medo da discussão ir para um lado ruim. Mas se der tudo certo, vamos continuar.

Um abraço a todos,

Fernando
 
#19
fabio.santos disse:
... mas estava quanto a forma de trabalho?
Eu acho que estava sim. Penso que, quando Deus quer abençoar alguém ou mesmo um grupo de pessoas, ele pode usar nossas escolhas erradas e transformar em bênçãos. Mas a essência de tudo o que eu disse é justamente isso: a escolha continuará sendo uma escolha errada.
Desculpe se dei a impressão de estar entrando em uma discussão prejudicial. Apenas continuei no assunto porque você mencionou o exemplo que eu havia dado e tive a impressão de que não havia entendido o que eu realmente queria dizer. Aliás, de tudo o que você falou, eu só discordo da questão "não existe certo ou errado".

bersan disse:
Mas eu gostaria de deixar uma coisa muito clara. Não haverá uma resposta correta, assim como não haverá uma resposta errada.


Concordo plenamente.

bersan disse:
Eu estou "tateando" nessa campo "espiritual", e morrendo de medo da discussão ir para um lado ruim. Mas se der tudo certo, vamos continuar.
Calma, chefe! rsrsr. Mas também tive essa sensação. Não vamos deixar o assunto ir para o lado ruim, não. Fique tranqüilo.
Ah, sim: Achei que eu devia me pronunciar a respeito porque tenho certeza de que essa impressão foi gerada pelas minhas postagens e as do Fabio Santos. Fabião, não leva a mal, não. Apenas não fui muito claro e quis esclarecer, não polemizar.

Abraços.
 
#20
a paz pessoal ...
no momento trabalho em uma escola da prefeitura de sp ... com tecnico de audio e videos...
mas trabalho tambem em uma empresa de locaçao daqui de sp chamada vinhedo , mas precisamente fico em uma casa
de show chamada expresso brasil...
no momento estou vivendo esse conflito pois , la rola de tudo(tudo mesmo) ...
e no meu serviço rola de tudo tambem , mas pos se tratar de uma escola nao existe absurdos como no expresso...
na escola ganho o salario base do sindicato ... mas como todos sabem infelizmente nao da...
Estou orando muito e pedindo a direção de DEUS...
esse topico me abriu os olhos pra algumas coisas...