• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Cubo guitarra kustom ph2012r

#1
Saudações a todos meus queridos amigos!
Estou à procura de um novo cubo de guitarra pra que eu possa dar aulas e melhorar meu som nos estudos, ou seja, um cubo com qualidade mas que não precisa de muita potência, e também de preço mais em conta...
Já conheço a marca Kustom pois já vi alguns tópicos aqui que a recomendaram bastante, porém o modelo mencionado, o kg112fx, saiu de linha. Na verdade agora entrou no seu lugar a versão 2.0, que achei o design bem feio! Conversei por e-mail com o Andrei da C.Borges e ele me recomendou o modelo ph2012r, também da kustom, e disse que tem um som bem similar. Gostaria então de ter mais opiniões, já que não achei quase nada desse modelo na internet (alguns vídeos horríveis no YouTube em que o som dele não estava nada agradável).
 
#2
Meu amigo @tonreb , peço perdão pelo incômodo, mas vi você comentando bastante sobre a marca. Por acaso teve a oportunidade de testar ou presentear um teste com esse modelo? Tem alguma opnião sobre ele?
Fico muitíssimo agradecido :)
 
#4
Sonho de consumo kkkkkkkkkk um dia pego um valvulado, mas gosto muito dos transistorisados também já que tb gosto muito de jazz :)
Você saberia me dizer se esse modelo ph2012r é melhor ou pior do que o kg112fx? Ou são basicamente a mesma coisa com design diferente?
 

AltVan13

Well-Known Member
#5
Ue!? Os harmônicos que as válvulas proporcionam não seriam uma maravilha pra Jazz e Blues? Sempre pensei que sim, mas não sou isento pra opinar pois meu ouvido insiste em achar melhor tudo que é válvula do. Não sei porquê :rolleyes::rolleyes::rolleyes:.
 
#6
Kkkkkkkk iai meu amigo Altvan13. Rapaz, não posso afirmar isso com toda certeza por que só consegui comparar valvulados e transistorizados através do Amplitube, mas pelo que consegui perceber eu acho que o transistor deixa o som mais fiel ao sinal que vem da guitarra, enquanto que o valvulado o "colore" mais. Ao testar o famoso modelo "Jazz Chorus" (um amp muito usado pelos guitarriatas jazzísticos) achei o som dele muito gostoso, um timbre que eu diria ser mais "sério", talvez mais "sentimental" (e 100% clean) do que os valvulados que testei (fender, marshall).

Eu sei que a preferência da maioria é dos valvulados, mas eu acho que são mundos diferentes, amps pra finalidades diferentes. Isto é, claro que pensando num amp transistorizado de qualidade, o que é muito raro de achar já que a maioria é feita pra iniciante, com peças baratas, alto-falantes ruins... Mas esse Kustom promete. Talvez se eu fizer um futuro upgrade trocando o alto-falante ele fique muito interessante...

Além de Jazz eu acho que fica muitíssimo interessante em músicas instrumentais também, sabe, com uma pegada mais natural kkkkkk e também pra MPB, samba, bossa...

De qualquer forma, pesquise pelo Roland Jazz Chorus JC 120 no YouTube e vê o que acha :)
 

AltVan13

Well-Known Member
#7
Vou pesquisar , mas todos os conceitos que eu tinha sobre valvulados, até agora, era de que eles se destacavam exatamente por terem maior fidelidade ao som original das guitarras, reproduzindo harmônicos que os transistorizados não conseguem reproduzir, tanto que muitos tem uma seção de pré-amplificação valvulada justamente pra acrescentar estes ditos harmônicos. Tb acho que, quando trabalham na região de saturação, tem um som matador pra quem quer usar distorção por exemplo.
Mas na verdade, estou apenas aproveitando pra aprender contigo e com sua experiência porque não sou guitarrista e nem toco nada ( nem galinha):(:(:(.
 
#8
Kkkkkkkkk mas meu amigo Altvan13, você tem muitíssimo conhecimento na área de áudio! Quem aprende mesmo aqui sou eu kkkkkkk
Eu posso sim estar errado quanto a essa questão de fidelidade, e também concordo com você sobre a saturação das válvulas ser maravilhosa, mas uma coisa é certa, o timbre dos transistorisados tem seu lugar também kkkkkkk tudo depende do "ar" que a música pede.
Você me deu uma ótima ideia pra fazer um vídeo com uma comparação dos dois, assim que eu tiver disponível, é claro,(sem data de previsão) um bom transistor e um bom valvulado então eu farei uma comparação com estilos musicais variados :D
 
#10
Vale dizer também que a grande maioria dos monitores de referência e torres/bookshelfs de qualidade audiófila do mundo são amplificadas por amps transistorizado, oq talvez signifique maior fidelidade do que o valvulado (alguém me corrija por favor se eu estiver equivocado).
Acho que o som de guitarra que nós conhecemos desde sempre vem da tradição dos amps valvulados, e por isso tomamos esse som quente, ardido, gordo, cheio de harmônicos, da guitarra como sendo o timbre "natural" dela, quando na verdade vem da coloração das válvulas :)
 

AltVan13

Well-Known Member
#11
Interessante essa visão. Mas precisamos considerar duas coisas no meu entender: preço e aplicação. Se vc vai usar em seu estúdio só plugins e fazer sua mix toda inox, produzir um som padrão começar de som de cd, realmente neste caso válvulas não fariam diferença. Mas se vc for capaz de perceber a diferença entre o som de um CD e o som de um vinil, mesmo sem precisar ver como ficam as frequências em um e em outro, e quiser buscar a fidelidade do que uma banda faz ao vivo, invariavelmente vc irá de alguma forma buscar a sonoridade quando as válvulas oferecem. Afinal não é à toa que um Avalon 737 ou 747 ( posso estar confundindo o número do modelo mas acha fácil na net) custa mais de 10k e é figurinha carimbada na maioria dos estúdios. Tb não é a toa que na masterizacao o povo passa a mix no gravador de rolo pra finalizar. Qual seria o objeto o disso? E já que tô suderindo uma porção de assuntos pra pesquisa, pesquisa tb mais um que é Summing analogico/válvulado
 
#12
Kkkkkk Esse assunto é muito interessante mesmo Altvan13, e está certo quanto aos pré-amplificadores. Mas da mesma forma existem monitores transistorizados super caros também, então eu acho que varia da aplicação mesmo. Mas isso é só meu achismo... se houver algum engenheiro de áudio aqui poderia nos dar uma luz :rolleyes:
 

AltVan13

Well-Known Member
#13
Vou te dar mais um Bizu. Porque não existe mais televisão válvulada mas ainda existem amplificadores de som valvulados? E porque estes são na grande maioria das vezes mais caros que seus equivalentes transistorizados?
 
#14
Pois é Altvan13, a tecnologia da fabricação das válvulas e componentes de um amp valvulado é mais cara mesmo, por isso que usam os transistores pra fazer amps de entrada (oq acaba atribuindo uma má fama aos transistors) mas nesse caso os componentes são todos ruins também.

Um bom amp de guitarra transistorizado tb é caro já que usa os outros componentes de maior qualidade, como é o caso do Roland que citei que em que o preço é altíssimo :)
 
#16
Maravilha! Agradeço veementemente pela ajuda Tonreb. Acredito que agora esse tópico possa ajudar muitas pessoas que tenham interesse nesse modelo tb. Vlw, um abraço :)