• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Guitarra direto na mesa, sem amplificador!

#1
Bem pessoal, andei pesquisando aqui no Fórum, e vi muitos tópicos interessantes, que tiraram algumas das minhas dúvidas, mas deixou algumas outras.

Vi que é muito usado a questão de ligar a guitarra/pedaleira ao cubo, e micrófona-lo e jogar assim no P.A. Mas minha dúvida surge, porque aqui em nossa igreja, estamos adquirindo uma guitarra, só que como não temos cubo ainda, creio que usaremos ela direto, nos P.A´s, será que isso apresentará algum problema? Aqui as saídas da medusa ficam um pouco distante, e as que temos no púlpito são todas mic, e como não temos alguns "Direct-boxs", vamos ficar usando assim: P10 que vai da guitarra pra pedaleira, e mais um P10 que sai da pedaleira, e na outra ponta Mic, que vai entrar na saída ou entrada que temos no púlpito. E chegando na mesa em Mic, do mesmo jeito... O nosso som é uma Mesa Phonic AM 3242FX é um par de caixas acústicas da "ONEAL" e mais um par de monitores, vejam as imagens:





Usamos, aproximadamente 7 microfones, teclado, violão, e agora, vem chegando a guitarra né, rs.

Desde já, agradeço a ajuda de vocês!
 

gabriel_equalize

Moderator
Moderador
#2
Whenderson disse:
e como não temos alguns "Direct-boxs", vamos ficar usando assim: P10 que vai da guitarra pra pedaleira, e mais um P10 que sai da pedaleira, e na outra ponta Mic, que vai entrar na saída ou entrada que temos no púlpito. E chegando na mesa em Mic, do mesmo jeito..
Não faça isso. Você pode queimar o canal da mesa de som.
Você tem três possibilidades:

1 - Aquisição de um Direct Box. Você compra um bom, bonito e barato por menos de R$200, que resolve o problema.
Se você tem um sistema de retornos legal, dá para fazer assim sem problemas.
Se o sistema de retornos é deficiente, provavelmente o guitarrista reclamará bastante.

2 - Aquisição de um cubo de guitarra, e, se necessário, microfoná-lo. Fique ciente que o operador de áudio não terá controle sobre o volume da mesma.
E o cubo custa bem mais caro que um Direct Box. No mínimo, R$1.000.
Pelo menos não vai faltar retorno.

3 - Ligar na mesa sem Direct Box, passando pelo multicabo, mas na entrada Line In, ao invés do Mic.
Ligando no Line In, você não corre risco de queimar nada, mas o sinal estará desprotegido contra interferências.
O sinal pode apresentar chiados, interferências de rádio FM, entre outras intermitências.
E lembre-se: mesmo que não apresente interferências na hora da passagem de som, não significa que não ocorrerá mais tarde.


Como tudo na vida, existem vantagens e desvantagens.
 
#3
Amigo, o cabo tem que ser balanceado, nada de "jumper" do pino 1 ao 3, pois se o PHANTON POWER for ligado vc pode queimar o canal e/ou queimar a mesa.
tem que tomar cuidado com a questão da interferencia, ja que acima de 10m não se deve usar um cabo desbalanceado.

A melhor opção para vc é comprar Direct Box!
 
#4
É, vejo que a melhor opção é realmente essa!

Vocês poderiam me informar um direct-box, que eu possa usar sem problemas nessa ocasião?

Se caso todos forem bom pra ocasião, me indiquem um, em especial...

Ah, e aproveitando a ocasião, pra não criar outro tópico, e nem fugindo deste... Eu uso esse mesmo esquema que descrevi acima, pra ligar o violão, e os teclados, a mesa, será que estão correndo o mesmo risco? ou posso continuar usando-os assim?
 
#5
Se vc tiver conectando no "line in" da mesa como o Gabriel falou, o maior problema que vc poder ter é a interferencia de ruídos externos!

Mas se tiver usando a entrada "Mic" da mesa, vc poder queima-la se utilizar o PP.
 
#6
Jonatan_jc disse:
Se vc tiver conectando no "line in" da mesa como o Gabriel falou, o maior problema que vc poder ter é a interferencia de ruídos externos!

Mas se tiver usando a entrada "Mic" da mesa, vc poder queima-la se utilizar o PP.
Resumindo então, eu teria ou terei que usar os instrumentos com um direct-box? no caso dos teclados, uns 3 direct-boxs, ai vem mais um pro violão, outro pra guitarra, outro pro baixo "futuramente"... Nossa, não teria um jeito de simplificar isso não? tipo um aparelho com vários canais de direct-box, pra usar em um só... Porque comprar um pra cada um tá meio difícil, rs...

Os microfones estão tudo beleza né? graças a Deus... Mic, em mic, assim como no púlpito, medusa, como na mesa, eles tão tudo certinho...

A questão é os instrumentos. Por exemplo, pra mim conecta-los em linha, precisaríamos de cabos maiores, o que não seria tão difícil, seria até mais barato, eu acho, porque ai conectaríamos direto na medusa em linha... Mas a questão é, saindo da medusa, o multicabo chega na mesa, todos em mic... ou seja, eu teria que trocar o plug né? tirar o plug de mic, e por um em line... Pra usar os instrumentos, pra ficar tudo conectado certinho né isso mesmo? ou ainda assim o melhor seria um direct-box?

Desde já, obrigado mais uma vez pela força que estão me dando!
 

gabriel_equalize

Moderator
Moderador
#7
Corrigindo o Jonatan, o risco de queimar o canal não é no uso do Phantom Power.
Esse risco até existe, caso os cabos estejam com ponte nos pinos 1 e 3.
Mas o principal problema é o sinal em nível e impedância diferente dos adequados para a entrada Mic In.
Num puxão de cabo, por exemplo, mesmo mutado, o risco de queimar o canal é enorme.

Para os outros instrumentos (teclado, violão) você também deve usar Direct Box.
Eletronicamente falando, não há diferença entre uma guitarra e um teclado.

Você pode procurar pelos Direct Boxes da EAM e Wirlwind passivos. São ótimos.
Por algum tempo eu usei um GI-100 da Behringer (o vermelho) para guitarra sem cubo.
Dá pra ter um resultado bacana também, pois ele tem um simulador de amplificador.
Caso vocês comprem um pedal (ou pedaleira) com essa função junto da guitarra, os comuns caem melhor.

Existe também o direct box em forma de rack 19" da Behringer.
O modelo é DI8000 se não me engano. Os cabos P10 até chegar até ele não devem passar dos 10m.
Eu prefiro os individuais.
 
#8
gabriel_equalize disse:
Existe também o direct box em forma de rack 19" da Behringer.
O modelo é DI8000 se não me engano. Os cabos P10 até chegar até ele não devem passar dos 10m.
Eu prefiro os individuais.
No caso, deixa eu ver se entendi bem... Como aqui, a mesa fica lá no fundo, e o instrumentos aqui na frente, esse Rack 19" da Behringer, não poderia ficar aqui junto conosco no púlpito não? ou ele tem que ficar junto da mesa?
 
#10
gabriel_equalize disse:
Ele deve ficar no palco mesmo.
Gabriel, por favor, você poderia me explicar então, como ficaria essa conexão?

Dos instrumentos até o "ULTRA-DI PRO DI800" e do "ULTRA-DI PRO DI800" até a mesa? já que ela está um pouco distante... Como seria essa conexão, através da medusa? como seria? Desde já obrigado!

Ah, pra conferir o "ULTRA-DI PRO DI800" que você falou é esse da foto né ?

 

gabriel_equalize

Moderator
Moderador
#11
Whenderson, você entendeu direitinho. É simples mesmo.
O sinal sai dos instrumentos via cabo P10 e entra nesse aparelho, na porta "Input" de cada canal.
Atrás, há uma saída XLR (canon), que vai para a medusa, que vai para a mesa.

Caso o sinal chegue com chiado na mesa, você deve acionar a chave GND LIFT.
Caso o sinal chegue muito forte, a ponto de estar clipando o canal, mesmo com o ganho zerado, você deve acionar um dos atenuadores (-x dB).

Pronto. Agora os sinais podem entrar na porta MIC sem complicações ou riscos.
Essa é a ligação ideal.

E esse aparelho não é caro, você vai ver.
 
#12
Rapaz, que legal... Então realmente essa é a melhor opção certo? E até evita muita coisa né? exemplo assim, ao invés de usarem muitos Direct-boxs, resumem 8 em um só... Muito bom isso!

Mas me diz uma coisa, porque ainda tem muitos operadores que preferem eles individualmente? Tem alguma diferença desse ai pra outros individuais, ou é praticamente a mesma coisa?
 

gabriel_equalize

Moderator
Moderador
#13
Sinceramente, eu ainda prefiro os individuais.

Costumo trabalhar com marcas melhores do que a Behringer, como a EAM e a Wirlwind que comentei antes. E a Behringer é o único fabricante com esse tipo de produto.
Na prática, a diferença é a qualidade do som que sai do equipamento. São mais caros, mas melhores.

Sem contar que, quando eu preciso de um Direct Box em um local diferente, por exemplo, ao lado do projetor para ligar o áudio de um vídeo, sei lá...
Esse preso no rack não atenderia.
Se sua igreja é pequena, não terão problemas com isso, mas imagina um imóvel grande, com os DIs presos em algum canto? Limita bastante.

Sem contar que, no meu caso, que trabalho com locação, para que vou levar 8 DIs quando o cliente só contrata 1 ou 2?
Estaria levando equipamentos que o cliente não pagou para usufruir.
 
#14
Verdade!

Mas acredito que para nós aqui, irá atender bem não é verdade? Ah, isso é ligado a energia certo? mas como é ? normal mesmo, ou é alguma tomada especial ? Os individuais são algum tipo de bateria, certo? e esse rack, como é ?
 

pTjz

Moderator
Moderador
#15
gabriel_equalize disse:
(...) E a Behringer é o único fabricante com esse tipo de produto...
Único não, e a BBE fica onde?
A única diferença entre as duas é que a BBE é confiável ;)


<!-- m --><a class="postlink" href="http://www.bbesound.com/products/di-solutions/di-400.aspx">http://www.bbesound.com/products/di-sol ... i-400.aspx</a><!-- m -->

Whenderson disse:
Mas acredito que para nós aqui, irá atender bem não é verdade? Ah, isso é ligado a energia certo? mas como é ? normal mesmo, ou é alguma tomada especial ? Os individuais são algum tipo de bateria, certo? e esse rack, como é ?
Ligados a tomada como qualquer aparelho eletrônico.
Os individuais depende eles podem ser passivos/ativos...
Mais geralmente eles usam PHANTON ou bateria 9V
 

pTjz

Moderator
Moderador
#16
Whenderson disse:
Mas acredito que para nós aqui, irá atender bem não é verdade? Ah, isso é ligado a energia certo? mas como é ? normal mesmo, ou é alguma tomada especial ? Os individuais são algum tipo de bateria, certo? e esse rack, como é ?
Ligados a tomada como qualquer aparelho eletrônico.
Os individuais depende eles podem ser passivos/ativos...
Mais geralmente eles usam PHANTON ou bateria 9V
 
#18
pTjz disse:
gabriel_equalize disse:
(...) E a Behringer é o único fabricante com esse tipo de produto...
Único não, e a BBE fica onde?
A única diferença entre as duas é que a BBE é confiável ;)


<!-- m --><a class="postlink" href="http://www.bbesound.com/products/di-solutions/di-400.aspx">http://www.bbesound.com/products/di-sol ... i-400.aspx</a><!-- m -->
Bem, agora fiquei em dúvida... Qual devo escolher para a compra?

Como assim a "BBE é confiável", quer dizer que a "Behringer" não é? Fiquei confuso, em qual escolher... Obrigado!
 
#19
Só um adendo,

Os ativos geralmente usam Phanton ou bateria 9v, os passivos não usam nada.
Os produtos Beringher não tem boa reputação de durabilidade, quanto a BBE é um dos fabricantes de ponta no mercado internacional.
Como Gabriel mesmo falou, se voce vai usar fixo realmente o di800Beringher ou di400 da BBE pode ser bom, lembrando sempre que só servirá para os músicos, se precisar para ligar outros equipamentos que estejam a mais de 10m de distancia então terá que comprar individuais.
Gabriel tem mais uma utilidade para esses di's de rack's, eu comprei 3 la para igreja, eu agora só encontro 1 e esse mesmo quebrado.
Se for comprar individuais ou mesmo esse da BBE, não deixa de cotar com o Raphael Leal ou se quiser ainda mais perto com o Wagner da CBORGES.
 
#20
Só um adendo,

Os ativos geralmente usam Phanton ou bateria 9v, os passivos não usam nada.
Os produtos Beringher não tem boa reputação de durabilidade, quanto a BBE é um dos fabricantes de ponta no mercado internacional.
Como Gabriel mesmo falou, se voce vai usar fixo realmente o di800Beringher ou di400 da BBE pode ser bom, lembrando sempre que só servirá para os músicos, se precisar para ligar outros equipamentos que estejam a mais de 10m de distancia então terá que comprar individuais.
Gabriel tem mais uma utilidade para esses di's de rack's, eu comprei 3 la para igreja, eu agora só encontro 1 e esse mesmo quebrado.
Se for comprar individuais ou mesmo esse da BBE, não deixa de cotar com o Raphael Leal ou se quiser ainda mais perto com o Wagner da CBORGES.