• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Mixar em Xdb

grpst

Well-Known Member
#1
Pessoal,
Esses dias me deparei com uma postagem que informava que o operador mixou tudo em 95db. Entendo que ele tenha feito a mix para que, ao fim, atingisse o nível de 95db de som para o público.

Esse valor estaria relacionado a um determinado valor nas escalas de VU METERS de cada mesa? No caso da 01v, seria o um determinado valor em dbf no VU meter quando mantenho o Master em solo?

Grande abraço
 
#2
Com certeza está relacionado --- um valor maior na saída da mesa significa um SPL maior. Mas não depende só disso, mas de tudo o que vem depois da mesa --- processadores, amplificadores e caixas.

Mais precisamente, depende do ganho entre todos eles e da conversão entre sinal elétrico e pressão sonora. Lembre que, apesar de estarmos falando em decibeis na saída da mesa e na pressão sonora, "dB" não é uma unidade de medida de verdade. É uma comparação entre laranjas e batatas.

Logo, existe sim uma relação entre o volume na saída da mesa e a pressão sonora --- mas mude o volume no processador, o atenuador do amplificador, ou a sensibilidade dos altofalantes, e muda essa relação.
 

andry110

Well-Known Member
#3
rafaellerm disse:
Com certeza está relacionado --- um valor maior na saída da mesa significa um SPL maior. Mas não depende só disso, mas de tudo o que vem depois da mesa --- processadores, amplificadores e caixas.

Mais precisamente, depende do ganho entre todos eles e da conversão entre sinal elétrico e pressão sonora. Lembre que, apesar de estarmos falando em decibeis na saída da mesa e na pressão sonora, "dB" não é uma unidade de medida de verdade. É uma comparação entre laranjas e batatas.

Logo, existe sim uma relação entre o volume na saída da mesa e a pressão sonora --- mas mude o volume no processador, o atenuador do amplificador, ou a sensibilidade dos altofalantes, e muda essa relação.
Posicione mic de analisador de espectro ou medidor de SPL na FOH e controla a resultado conforme o paramentro (x dB , por exemplo) independentemente da banda que esta no palco , temperatura ou humidade de ar , alteracao de parametros do sistema (leia : falha)  e etc..Isso nao depende do tipo de sistema (line ou spot) ou  espaco fisico , ou de marca de fabricante , ou nome de operador .
Isso somente "valor referencial" de pressao sonora num certo ponto de area sonorizada.

Abrcs,
andry110
 

grpst

Well-Known Member
#4
rafaellerm disse:
Com certeza está relacionado --- um valor maior na saída da mesa significa um SPL maior. Mas não depende só disso, mas de tudo o que vem depois da mesa --- processadores, amplificadores e caixas.

Mais precisamente, depende do ganho entre todos eles e da conversão entre sinal elétrico e pressão sonora. Lembre que, apesar de estarmos falando em decibeis na saída da mesa e na pressão sonora, "dB" não é uma unidade de medida de verdade. É uma comparação entre laranjas e batatas.

Logo, existe sim uma relação entre o volume na saída da mesa e a pressão sonora --- mas mude o volume no processador, o atenuador do amplificador, ou a sensibilidade dos altofalantes, e muda essa relação.
Essa diferenciação é feita pela notação (DBF nos VU, DBU nas entradas, etc.) Minha dúvida não é essa, mas sim a respeito de como medir a mixagem a X db. Seriam com auxílio de Decibelímetro ou é possível checar na mesa?
 

grpst

Well-Known Member
#5
andry110 disse:
rafaellerm disse:
Com certeza está relacionado --- um valor maior na saída da mesa significa um SPL maior. Mas não depende só disso, mas de tudo o que vem depois da mesa --- processadores, amplificadores e caixas.

Mais precisamente, depende do ganho entre todos eles e da conversão entre sinal elétrico e pressão sonora. Lembre que, apesar de estarmos falando em decibeis na saída da mesa e na pressão sonora, "dB" não é uma unidade de medida de verdade. É uma comparação entre laranjas e batatas.

Logo, existe sim uma relação entre o volume na saída da mesa e a pressão sonora --- mas mude o volume no processador, o atenuador do amplificador, ou a sensibilidade dos altofalantes, e muda essa relação.
Posicione mic de analisador de espectro ou medidor de SPL na FOH e controla a resultado conforme o paramentro (x dB , por exemplo) independentemente da banda que esta no palco , temperatura ou humidade de ar , alteracao de parametros do sistema (leia : falha)  e etc..Isso nao depende do tipo de sistema (line ou spot) ou  espaco fisico , ou de marca de fabricante , ou nome de operador .
Isso somente "valor referencial" de pressao sonora num certo ponto de area sonorizada.

Abrcs,
andry110
Perfeito Andry, matou minha dúvida.
Qual seria um valor apropriado para igrejas (Adventista) com programa musical não muito pesado? Imagino aqui entre 80 e 90db.
 

tonreb

Moderator
Moderador
#6
Gabriel, não exite uma regra, apenas bom senso.

Segue uma tabela para exemplificar alguns níveis:


Normalmente, o pessoal opera em 95dB na house (uns 25~30m de distancia do PA). Vai do bom senso como já disse.
 

TSA

Active Member
#9
andry110 disse:
Posicione mic de analisador de espectro ou medidor de SPL na FOH e controla a resultado conforme o paramentro (x dB , por exemplo) independentemente da banda que esta no palco , temperatura ou humidade de ar , alteracao de parametros do sistema (leia : falha)  e etc..Isso nao depende do tipo de sistema (line ou spot) ou  espaco fisico , ou de marca de fabricante , ou nome de operador .
Isso somente "valor referencial" de pressao sonora num certo ponto de area sonorizada.

Abrcs,
andry110
tonreb disse:
Normalmente, o pessoal opera em 95dB na house (uns 25~30m de distancia do PA). Vai do bom senso como já disse.
Pergunta tosca: a congregação cantando entra na conta?