• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

O Descobrimento!!!

#1
Gente tenho 4 anos de aperador de som na igreja, de varias coisas que fiz, falei, briguei, arrumei entrigas, este final de semana durante o culto descobri como chegar aos instrumentistas..., pensei e fiz.
Ao finda o culto quando os instrumentista guardavam seus instrumentos, cheguei e parabenizei-os pelo o quanto o culto ficou maravilhoso, o quanto tocaram "SUAVE".
FALEI:
:arrow: que não somos profissionais (quanto eles como nós) mais temos que fazer o possivel para os louvores(CULTO) sair maravilhoso.
:arrow: mostrei o nosso trabalho e fiz eles ver como é bom a união de instrumentistas e operadores de som.
:arrow: pedir ajuda e compreenção, cada instrumento tem seu tempo nem sempre o sax/clarinete toca o louvor todo.

O segredo é elogiar!!!! rsrsrs

Que Deus venha me capacitar a cada dia nesta obra maravilhosa!!
 
#3
Eu tento mostra a realidade nos cultos, peço eles para perguntar o obreiro que fica no portão como ficou o instrumental do culto, ai eles sente o erro deles, ao mesmo tempo nosso tbm!!!

Claro que desses que falo há 1 ano que estou com eles, e eles compreendem , mais os outros que ja me conhecem permanecer no erro, mais um dia eles iram ver que estou certo em que falo.
 
#4
Para obter uma relação boa com os musicos.
tente aprender a tocar um instrumento tbm e se possível toque com eles no louvor..

além de melhorar a relação de vc com os musicos, "afina" e "equaliza" seu ouvido, te dá percepção musical e noção de volumes tbm.

Eu "agarântio"!!
 
#11
O som foi minha porta de entrada no ministério da música. Comecei como operador da igreja, depois do grupo vocal, comecei a aprender teclado, passei a cantar no grupo, aprender violão, descobrir o SOM AO VIVO. Foi nessa ordem, ainda tem várias coisas nas entrelinhas, mas basicamente é isso aí. Hoje sou o responsavel pelo som da igreja, além da direção musical do grupo e também tococ violão em algumas músicas de nosso repertório...
 
#13
Comecei como instrumentista"teclado", depois fui me interessando pelo som que era a parte que ninguém queria saber!!! Gostei, no entanto tento dar o meu melhor e até hj opero o som da igrejas em que passo.
Quando somos instrumentistas temos uma noção do que é, e como é!!!

Não fico diretamente na mesa, até mesmo deixo os meus "estagiários> AMIGOS de operação" ter uma experiência a cada dia, até porque são novos na carreira!

:roll: Certo :?: :?: :?:
 
#14
Acho que sim Wanwan, só não se esqueça de operar as vezes com eles junto com vc, é uma excelente escola.
Se eles tiverem humildade para admitir que vc está ensinando algo melhor, uma coisa que não acontece na minha igreja.

O pior é quando vc não é do som, mas por ser musico a mais de 6 anos ja tem um ouvido um pouco afinado, aí vc vira pro cara que ta operando (que só escuta PSI no MP4 dele as vezes) e fala, oh, o grave po piano ta embolando com o baixo.
Aí ele vira e fala!

- Cara, poxa deixar que eu to operando aqui, vai lá tocar e fica tranquilo que aqui é minha parte.

Dá vontade de socar eles. :evil:
 
#15
Ah lucas, você é um operador que nasceu com um defeito:
Talento pra tocar!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Brincadeira gente, não tem nada a ver, pra se fazer uma das funções bem não é estritamtente necessário entender da outras, mas que ajuda, ajuda bastante. Agoora nosso caso, que conhecemos os dois lados o chato é quando estamos no som e aparece não um operador com ouvido ruim, mas sim um músico com ouvido ruim...
 
#16
Isso é ruim tbm,
por isso que para evitar constrangimentos quando eu to na mesa.

- Quando melhora eu falo, poh cara! Massa, melhorou mesmo.
- Quando piora eu falo, tá vendo mano, embolou tudo agora, etc etc.. e volto pra mostrar a diferença.

É preciso ter muita compreensão no som.
 
#17
Lucas vc é o cara,tô vendo que aí é igual aqui...Tambem sou músico,guitarrista,e sei muito bem oque vc tá dizendo !

As vezes aparecem uns ''SABETUDO''querendo aparecer,só Deus sabe.