1. This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Featured Artigo Operador de som é igual a juiz de futebol

Discussão em 'Vida de operador de áudio' iniciado por bersan, 25 Setembro 2006.

  1. bersan

    bersan Administrator Moderador

    Afiliado:
    13 Setembro 2006
    Mensagens:
    47,878
    Aprovações Recebidas:
    39
    Em jogo de futebol de várzea, "Arranca-Toco" x "Pé-de-Quabra", sobra para juiz da partida aquele que ninguém escolheu para jogar. Quero Fulano, um diz, quero Beltrano, outro diz, e assim por diante até completarem os times. Os que sobraram vão ser o juiz e os bandeirinhas.

    Não conheço o nome de um juiz de futebol sequer (Arnaldo César Coelho ficou conhecido depois que se tornou comentarista). Não existe juiz de futebol famoso ou rico. Não se paga milhões pelo passe de um juiz. Na verdade, juiz de futebol só é lembrado quando faz coisa errada, e aí quem sofre é a mãe dele. Mas não existe partida de futebol sem juiz, e um bom ou mal juiz pode influenciar no resultado do jogo, além de render comentários por vários dias ou semanas. Por isso, quanto mais importante o jogo, melhor também tem que ser o juiz. Não é qualquer juiz que apita um jogo de Copa do Mundo, e mesmo entre esses, não é qualquer um que apita a final da Copa.

    Mas porque falar em juiz de futebol. O que tem a ver com sonorização? Tudo! Ser operador de som é parecido com a profissão de juiz.

    arbitro.jpg

    Se você espera reconhecimento, vá cantar, tocar, pregar. Nunca cuidar do som. Em geral, som é para quem não tem boa voz nem aptidão para tocar um instrumento. São aqueles que "sobraram". Trabalhar no som é ser somente lembrado quando dá problema: microfonia, tiros e estalos, defeitos especiais, etc. Mesmo quando é o músico ou o cantor que erra, as pessoas olham para o operador de som, achando que a culpa é dele. E o pregador dá aquele olhar fulminante na direção do som, e a igreja inteira olha junto. Ainda assim, não dá para ter um culto sem o operador de áudio, e quanto maior a quantidade de pessoas, maior a responsabilidade do som. É função essencial, ainda que ninguém dê muita importância.

    Se você espera ser notado, elogios e reconhecimento, esqueça. Como se diz popularmente, é melhor "pendurar uma melancia no peito" ou "usar um chapéu de abacaxi", mas cuidar de som é algo que passará despercebido para todas as pessoas (a menos que dê problema – quando todos vão perceber). Isso é absolutamente normal. Nem entre as lideranças da igreja o som é valorizado. Todos querem saber que hinos serão cantados, o que está sendo ensaiado, mas quando você pede 5 minutos de atenção para explicar o uso correto de um microfone, é a maior má vontade. Comprar material para o som? Está entre as tarefas mais difíceis. É muito mais fácil e tranquilo comprar algo para decoração que qualquer coisa para melhorar o som.

    Mas não é só com juiz de futebol que podemos comparar os operadores de som nas igrejas. Podemos comparar com a vida de Jesus.

    Jesus veio ao mundo para servir. O operador de som tem essa vida: servir aos músicos, ao cantores. Não servir no sentido de ser subalterno, mas de que nosso trabalho é basicamento ajudá-los a conseguir um resultado melhor do que quando sem os recursos tecnológicos de áudio.

    Jesus muitos milagres fez, mas não conseguiu ser reconhecido em Nazaré, cidade onde cresceu. Tanto que disse que "Não há profeta sem honra a não ser na sua própria casa". Por mais que nos esforcemos, o reconhecimento da igreja onde participamos será mínimo.

    Jesus, mesmo sem pecado algum, foi humilhado e crucificado. Quantas vezes os operadores de áudio da igreja não são humilhados e "crucificados", mesmo com o problema tendo sido causado algo fora do nosso alcance.

    Jesus foi levado à crucificação sem se defender. "Como ovelha muda ao matadouro". Uma das melhores coisas que o operador de som pode fazer é ficar em silêncio, na hora dos brigueiros.

    Jesus, mesmo sabendo o destino horrível que lhe aguardava, foi até o fim, pois sabia da importância da sua missão. Quanto aos operadores, muitos não aguentam as pressões (reclamações, cobranças, etc) e desistem pelo caminho.

    Mas alguns amam esse trabalho, sabem a sua importância, e perseveram! Sabem que a tarefa é dura, o serviço é pesado, até mesmo sofrido, mas é exatamente por isso que é uma função abençoada. Deus não enxerga as coisas como o homem enxerga. Deus sabe da importância, e do esforço de cada um.

    Costumo sempre dizer que som, nas igrejas, é para os valentes. Daví teve milhares de homens nos seus exércitos, mas a Bíblia registra o nome apenas dos seus valentes. Cuidar de som é isso: é ser um dos valentes de Daví, sem esperar reconhecimento de ninguém, a não ser do Rei.
     
    Editado por um moderador: 19 Junho 2015
  2. Guest

    Guest Guest

    E UMA LOUCURA

    TEMOS QUE CHEGAR BEM CEDO PASSAR TUDO A LIMPO DEICHAR O SOM NOTA 10 PARA SER REALIZADO TODO O TRABALHO,DEPOIS TODOS VAO EMBORA NOS TEMOS QUE DESMONTAR TUDO. E DUREZA E SE ACONTECER ALGO ERRADO E TODA CULPA NOSSA SE FOR TUDO BEM ,NAO RECEBEMOS UM OBRIGADO
     
  3. Guest

    Guest Guest

    Não é o meu caso (lá na igreja eu toco, canto, opero som, às vezes sou porteiro e até mesmo prego em reuniões pequenas ou de jovens), mas o importante não é ser notado ou reconhecido por homem algum... e sim por Deus!
    Qualquer trabalho na Igreja feito com amor e dedicação está sendo observado pelo Senhor que retribuirá a cada um segundo as suas obras...

    Seja qual for o trabalho: Pregar, tocar, cantar, operar o som ou lavar os banheiros da igreja, deve ser feito com amor e dedicação, pois não fazemos para homens e sim para Deus!

    abraços
    :D :D
     
  4. gope

    gope Active Member

    Afiliado:
    26 Setembro 2006
    Mensagens:
    1,656
    Aprovações Recebidas:
    2
    Rapaz, vc tbm vem com efeito embutido?! :D
    Mas vc tá certo, temos que saber de tudo um pouco, ultimamente eu estou estudando um pouquinho de iluminaçõa cênica, tem que ser quebra galho msm! É o jeito, o trabalho nosso não pode parar :wink:

    Abçs :!:
     
  5. Gerson

    Gerson New Member

    Afiliado:
    6 Dezembro 2007
    Mensagens:
    175
    Aprovações Recebidas:
    0
    So por Deus mesmo!

    Sem dúvida o que o artigo diz ja deve ter ocorrido com algum de nós.
    Na maior parte das vezes o ministério de áudio tem sido deixada de lado, foi oque ocorreu lá na igreja. E aconteceu que num belo domingo o áudio resolveu nâo colaborar mais com a Igreja, deixou-os na mão, as potencias juntamente com a mesa resolveram pifar, ou melhor parar de funcionar, foi então que o pastor teve que tomar uma atitude drástica, resolveu investir no ministério de tal forma como oravamos. Aleluia!!!
    Eh as veses devemos valorizar as coisas pequenas...
    Assim como Deus as valoriza!
     

Compartilhe esta Página