• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Projeto de sonorização em igreja Católica

#21
Olá Tarcizo, beleza cara?!

Amigo, também sou católico, músico, e entendo as limitações que você pode ter por ai.

Eu não recomendo mesas digitais para você, pois imagino que não tenha operador de áudio por ai. Eu tive a experiência de ver uma digital instalada em uma paróquia: situação complicada, colocaram somente uma pessoa para "operar" - que não conhece o equipamento, ficando inacessível por considerarem um "equipamento sensível", palhaçada, muito desperdício...

O ideal é sempre ter um especialista, como já recomendaram. Mas também conheço vários "especialistas" que cobraram uma fortuna para colocar mesa wattsom e caixas de som de péssima qualidade, cobrando MUITO CARO.

Eu tentaria trabalhar com caixas ativas de ótima qualidade (yamaha, ev, rcf) e uma boa mesa analógica, porque seu programa musical me parece ser tranquilo, mas também não devemos esquecer que isso pode mudar com o tempo.

Outra recomendação é - apenas se sua igreja não tiver especialistas em áudio - oferecer um treinamento aos músicos, para eles terem noção do som. Esse negócio de trancar a mesa em uma sala é bem complicado viu, porque se tem uma pessoa que entenda de SOM, para operar, seria ótimo. Mas normalmente só trancam mesmo, e quem podia tentar ajudar fica sem acesso.
 
#22
Olá Tarcizo, beleza cara?!

Amigo, também sou católico, músico, e entendo as limitações que você pode ter por ai.

Eu não recomendo mesas digitais para você, pois imagino que não tenha operador de áudio por ai. Eu tive a experiência de ver uma digital instalada em uma paróquia: situação complicada, colocaram somente uma pessoa para "operar" - que não conhece o equipamento, ficando inacessível por considerarem um "equipamento sensível", palhaçada, muito desperdício...

O ideal é sempre ter um especialista, como já recomendaram. Mas também conheço vários "especialistas" que cobraram uma fortuna para colocar mesa wattsom e caixas de som de péssima qualidade, cobrando MUITO CARO.

Eu tentaria trabalhar com caixas ativas de ótima qualidade (yamaha, ev, rcf) e uma boa mesa analógica, porque seu programa musical me parece ser tranquilo, mas também não devemos esquecer que isso pode mudar com o tempo.

Outra recomendação é - apenas se sua igreja não tiver especialistas em áudio - oferecer um treinamento aos músicos, para eles terem noção do som. Esse negócio de trancar a mesa em uma sala é bem complicado viu, porque se tem uma pessoa que entenda de SOM, para operar, seria ótimo. Mas normalmente só trancam mesmo, e quem podia tentar ajudar fica sem acesso.
 

Deluna

Well-Known Member
#24
Preciso discordar. Uma grande vantagem das mesas digitais é o recurso de gravação de cenas. Deu merda, só dar um recall na cena. Pronto. Td novo de nv.

Sem contar com os inúmeros recursos. Processadores dinâmicos, equalizadores, efeitos, sub grupos, diversos auxiliares...

Depois de devidamente configurada e uma cena padrão salva, é um ótimo equipamento.


Cerca de um ou dois anos atrás instalei uma xr 18 em uma igreja. Ensinei o básico como controle de ganho, envio pra auxiliar e equalização. A igreja adorou o resultado. Acabamos com os cabos espalhados pelo altar, td mais organizado e um som de mt qualidade depois do sistema devidamente alinhado.
 
#25
Deluna, o problema é devido ao possível "desperdício" em investir em um equipamento com tantos recursos para, no final, não ser utilizado nada - como aconteceu nessa experiência que eu relatei.

Seu exemplo pode dar mais uma possibilidade para nosso amigo, mas eu não investiria em uma mesa digital em 99% das igrejas católicas que conheço, porque a realidade infelizmente ainda é muito diferente dos nossos amigos de outras denominações.

Já a questão do treinamento, acho que vale independente do equipamento que nosso amigo decidir.
 

AltVan13

Well-Known Member
#27
Acho q precisa colocar no papel qt custa um eq gráfico, limiters e compressores... sai mais barato comprar a mesa digital e regular uma vez só. Só vai ser preciso mudar se mudarem as caixas ou o ambiente.
Quero reforçar esta fala do @Deluna!
Duvido que qualquer jovenzinho, ou mesmo irmãzinha do circulo de oração, não tenha um celular e goste de mecher nele. É só instalar no celular dessa pessoa, ou pessoas, e ensinar como mecher no básico, limitando conforme os recursos da mesa permitirem, aquilo que não queremos que seja alterado. Um treinamento básico pode ser realizado e aprofundado a medida que forem se familiarizando com o sistema.
Mais umaa vez, como o @Deluna salientou, o custoxbenefício da mesa digitaal é imbatível.
 
#28
Olá Tarcizo, beleza cara?!

Amigo, também sou católico, músico, e entendo as limitações que você pode ter por ai.

Eu não recomendo mesas digitais para você, pois imagino que não tenha operador de áudio por ai. Eu tive a experiência de ver uma digital instalada em uma paróquia: situação complicada, colocaram somente uma pessoa para "operar" - que não conhece o equipamento, ficando inacessível por considerarem um "equipamento sensível", palhaçada, muito desperdício...

O ideal é sempre ter um especialista, como já recomendaram. Mas também conheço vários "especialistas" que cobraram uma fortuna para colocar mesa wattsom e caixas de som de péssima qualidade, cobrando MUITO CARO.

Eu tentaria trabalhar com caixas ativas de ótima qualidade (yamaha, ev, rcf) e uma boa mesa analógica, porque seu programa musical me parece ser tranquilo, mas também não devemos esquecer que isso pode mudar com o tempo.

Outra recomendação é - apenas se sua igreja não tiver especialistas em áudio - oferecer um treinamento aos músicos, para eles terem noção do som. Esse negócio de trancar a mesa em uma sala é bem complicado viu, porque se tem uma pessoa que entenda de SOM, para operar, seria ótimo. Mas normalmente só trancam mesmo, e quem podia tentar ajudar fica sem acesso.
Olá Tarcizo, beleza cara?!

Amigo, também sou católico, músico, e entendo as limitações que você pode ter por ai.

Eu não recomendo mesas digitais para você, pois imagino que não tenha operador de áudio por ai. Eu tive a experiência de ver uma digital instalada em uma paróquia: situação complicada, colocaram somente uma pessoa para "operar" - que não conhece o equipamento, ficando inacessível por considerarem um "equipamento sensível", palhaçada, muito desperdício...

O ideal é sempre ter um especialista, como já recomendaram. Mas também conheço vários "especialistas" que cobraram uma fortuna para colocar mesa wattsom e caixas de som de péssima qualidade, cobrando MUITO CARO.

Eu tentaria trabalhar com caixas ativas de ótima qualidade (yamaha, ev, rcf) e uma boa mesa analógica, porque seu programa musical me parece ser tranquilo, mas também não devemos esquecer que isso pode mudar com o tempo.

Outra recomendação é - apenas se sua igreja não tiver especialistas em áudio - oferecer um treinamento aos músicos, para eles terem noção do som. Esse negócio de trancar a mesa em uma sala é bem complicado viu, porque se tem uma pessoa que entenda de SOM, para operar, seria ótimo. Mas normalmente só trancam mesmo, e quem podia tentar ajudar fica sem acesso.
Então amigo, com relação a mesa digital, realmente... eu sou o "mais jovem " que opera o som nessa igreja... porem estou em 90% das missas kkkkk...
Se fossemos optar pela mesa digital, sem dúvida faria um treinamento pros outros operadores ( que eu mesmo daria, trabalho com algumas mesas digitais) estava pensando em colocar a ui 16..
Com relação as caixas, realmente, vi bastante recomendação das RCF aqui no fórum...porém fica complicado (povo da minha igreja não gosta de comprar na internet....
Mas temos Electrovoice zlx aqui na minha cidade com um preço bom...
Quanto a mesa analógica,temos uma phonic que está muito boa! Mas teríamos que investir num eq gráfico e processador talvez...
Com relação ao treinamento para os músicos, independente dos equipamentos vamos fazer sim!! Estava em pauta pra marcarmos um treinamento.... porém com a questão da pandemia, tudo foi adiado!
Espero mais recomendações também!! Toda ajuda e bem vinda!!
Assim que montarmos o som, vamos postando!!
Desde já obrigado!
 
#29
Preciso discordar. Uma grande vantagem das mesas digitais é o recurso de gravação de cenas. Deu merda, só dar um recall na cena. Pronto. Td novo de nv.

Sem contar com os inúmeros recursos. Processadores dinâmicos, equalizadores, efeitos, sub grupos, diversos auxiliares...

Depois de devidamente configurada e uma cena padrão salva, é um ótimo equipamento.


Cerca de um ou dois anos atrás instalei uma xr 18 em uma igreja. Ensinei o básico como controle de ganho, envio pra auxiliar e equalização. A igreja adorou o resultado. Acabamos com os cabos espalhados pelo altar, td mais organizado e um som de mt qualidade depois do sistema devidamente alinhado.
Concordo com vc! É só nomear cada cena e tranquilo...
Concordo com o @Wborges ...Muitas igrejas católicas tem pessoas com mais idade que operam o som...e muitas vezes não dão espaço aos mais jovens também kkk
Essas pessoas com mais idade geralmente são mais complicadas pra aprender a operar mesas digitais...

Mas aí eu coloco minha opinião ..
Tendo um sistema bem dimensionado, bem projetado, otimizado corretamente , com equipamentos honestos( não precisa ser o mais caro do mundo) raramente vamos fazer muitas correções de eq etc...
Não sei se concordam comigo...
Se subimos o fader com um sistema assim teremos uma boa qualidade sem mecher em eq...a eq nessa situação seria mais pra "enfeitar"!
 
#30
Concordo com vc! É só nomear cada cena e tranquilo...
Concordo com o @Wborges ...Muitas igrejas católicas tem pessoas com mais idade que operam o som...e muitas vezes não dão espaço aos mais jovens também kkk
Essas pessoas com mais idade geralmente são mais complicadas pra aprender a operar mesas digitais...

Mas aí eu coloco minha opinião ..
Tendo um sistema bem dimensionado, bem projetado, otimizado corretamente , com equipamentos honestos( não precisa ser o mais caro do mundo) raramente vamos fazer muitas correções de eq etc...
Não sei se concordam comigo...
Se subimos o fader com um sistema assim teremos uma boa qualidade sem mecher em eq...a eq nessa situação seria mais pra "enfeitar"!
Mas claro...isso depende do sistema e do programa musical...dos músicos etc...
Opero um sistema num santuário ( que ainda está sem tratamento acústico..)
La temos uma x32 operada via ipad...
Usamos 6 vozes, violões e teclado...(no meu horário)
Raramente tenho que mecher na equalização... só filtro hpf
E as vezes tem uma sobra de medio grave (acustica ruim). Aí sim retiro no eq
 
#31
Deluna, o problema é devido ao possível "desperdício" em investir em um equipamento com tantos recursos para, no final, não ser utilizado nada - como aconteceu nessa experiência que eu relatei.

Seu exemplo pode dar mais uma possibilidade para nosso amigo, mas eu não investiria em uma mesa digital em 99% das igrejas católicas que conheço, porque a realidade infelizmente ainda é muito diferente dos nossos amigos de outras denominações.

Já a questão do treinamento, acho que vale independente do equipamento que nosso amigo decidir.
Sem duvida! O treinamento vale muito a pena, tanto para parte dos operadores de som quanto para os músicos e cantores!!
Falando em questão de valores... ficaria bem próximo os valores...
Temos uma mesa analógica boa...
Mas teríamos que comprar 1 eq , 1 processador dbx e Ainda o multicabo(o nosso é antigo e desbalanceado)!!
Ja com a mesa digital teríamos que manter o processador e a compra de um tablet e roteador.... questão de valores...fica bem próximo! Mas claro...estou preparando os projetos, a decisão final será da coordenação kkk
 
#32
Acho q precisa colocar no papel qt custa um eq gráfico, limiters e compressores... sai mais barato comprar a mesa digital e regular uma vez só. Só vai ser preciso mudar se mudarem as caixas ou o ambiente.
Sem duvida! No meu caso o valor ficaria bem próximo....
É so vender a mesa analógica! Ja consigo o dinheiro pra quase comprar uma ui16
 
#33
Quero reforçar esta fala do @Deluna!
Duvido que qualquer jovenzinho, ou mesmo irmãzinha do circulo de oração, não tenha um celular e goste de mecher nele. É só instalar no celular dessa pessoa, ou pessoas, e ensinar como mecher no básico, limitando conforme os recursos da mesa permitirem, aquilo que não queremos que seja alterado. Um treinamento básico pode ser realizado e aprofundado a medida que forem se familiarizando com o sistema.
Mais umaa vez, como o @Deluna salientou, o custoxbenefício da mesa digitaal é imbatível.
Verdade!!