• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

TEATRO bem incomum, 1 ano e ainda sem solução.

#1
Olá pessoal,

Não sou da área de som mas tenho um problema com uma aplicação super específica, já falei com diversos profissionais e ninguém me deu uma solução minimamente satisfatória.

Eu estou profissionalizando meu hobby de RPG de Mesa, tentando transforma-lo em podcast periódico com uma qualidade minimamente aceitável.

Pra quem não sabe o que é RPG(Roleplaying Game) imagine um jogo-teatro, onde 6 atores(players) interpretam um personagem na base do improviso, sem roteiro, descrevendo verbalmente suas ações e dizendo falas improvisadas quando necessário. Enquanto isso, um narrador(mestre) descreve o cenário, o resultado das ações dos players e ainda interpreta os NPC(Seriam como os figurantes). O resultado final de uma gravação disso tudo, é como uma rádio-novela improvisada.

Agora surgem os poréns/problemas:

*Eu preciso do áudio em canais separados dos 6 players mais o meu(mestre). Pois as vezes enquanto um está falando, alguém fala por cima ou tosse sei lá e eu preciso cortar isso na edição. Além do mais alguns falam mais baixo outros mais alto, e isso precisa ser regulado.

*Por ser uma interpretação de improviso, mesmo sentados à mesa, as vezes os ânimos se exaltam, um player chega a levantar, caminhar pela sala, etc, o que creio que inviabilize microfones fixos na mesa.

*Hoje, gravando apenas em um Olympus VN-701PC vagabundo(para recordação pessoal), a trilha sonora da cena costuma ser tocada numa pequena caixa de som(dessas bluetooth), com um som não muito mais alto que a voz dos players(pois obviamente temos que ouvir o que cada um está falando), mas mesmo assim a trilha sonora vaza para o gravador.

*Algumas vezes o ambiente é minimamente silencioso, além da caixinha de som com a trilha um ventilador ou ar condicionado, algo que um noise removal no audacity já ajuda...as vezes quando vou narrar em algum evento com muitas pessoas assistindo é algo bem barulhento, necessitando talvez de alguma técnica de cancelamento de ruido mais avançada, ou microfone de alta rejeição.(Isolar cada player em cabines está fora de cogitação, pois na medida do possível os aparatos de gravação devem ser "invisíveis" para não atrapalhar a interpretação/improviso)

*O tempo de gravação também é um problema, pois enquanto num evento eu gravaria em média 2h sem intervalo, em casa já cheguei a gravar 12h sem intervalo. Obviamente que para um podcast eu dividiria em parte 1,2,3... mas sendo a gravação contínua, a bateria de alguns equipamentos não suportam(e interromper uma cena para trocar baterias ou prender todo mundo a fios está fora de cogitação).

Tive algumas ideias mas como não sou da área fiquei com medo de serem soluções porcas...
-Para a captação, pensei em usar gravadores de voz portáteis individuais para cada player. Vi alguns modelos de 1 canal stereo que aguentam mais de 12 horas com pilhas novas, enquanto usar um transmissor wireless para gravar no PC por exemplo, a pilha não aguentaria tanto. (Depois eu sincronizo todo mundo, mas não sei se um gravador de voz pessoal dá qualidade boa pra podcast)

-Quanto ao microfone, inicialmente pensei em lapela se possível, ou no máximo um headset bem discreto(como usados no teatro convencional)...ouvi falar de microfones de alta rejeição que possuem 2 capsulas bem próximas com fases opostas, mas não sei muito sobre isso.

E ae? Será que alguém pode me dar algum rumo? Aceito sugestões de baixo custo e também outras mais caras, se necessário.

Um abraço.
 

carlosecg

Administrator
Moderador
#2
Nesse caso você precisa de sistemas sem fio. O problema é manter cada um em uma frequência, para poder gravar cada um em um canal dedicado. Transmissor dedicado + microfone individual pode sair bem caro para um hobby. Junte na equação uma interface multicanal.

Pelo que entendi o áudio do microfone não iria para as caixas, então você não teria problemas com realimentação. Dessa forma, o uso de lapela fica um pouco mais simples.

Você já pensou em colocar dois ou três microfones, cada um cobrindo uma parte do palco? Falando nisso, qual o tamanho do palco?

E também qual o orçamento em média?
 
#3
Nesse caso você precisa de sistemas sem fio. O problema é manter cada um em uma frequência, para poder gravar cada um em um canal dedicado. Transmissor dedicado + microfone individual pode sair bem caro para um hobby. Junte na equação uma interface multicanal.

Pelo que entendi o áudio do microfone não iria para as caixas, então você não teria problemas com realimentação. Dessa forma, o uso de lapela fica um pouco mais simples.

Você já pensou em colocar dois ou três microfones, cada um cobrindo uma parte do palco? Falando nisso, qual o tamanho do palco?

E também qual o orçamento em média?

Antes de mais nada, eu tenho preferencia por sistemas dedicados ATÉ ONDE FOR POSSÍVEL....estudei 5 anos de TI pra aprender a não confiar minha vida num sistema operacional de de proposito geral...e perder uma fração de uma cena pq o PC deu uma travadinha, é irrecuperável já que é "impossível improvisar 2 vezes a mesma cena"

Bom, como disse RPG é um "teatro bem incomum"....não temos um palco. Nos sentamos a volta de uma mesa(daí o nome "RPG de Mesa") que serve para uso de miniaturas(como num boardgame), mapas, rolar dados(tem a "parte do teatro" mas também a "parte do jogo")....ocorre que o pessoal passa em média 6 horas interpretando um único personagem sem roteiro, só no improviso...isso faz com que as vezes em uma cena o jogador(ou ator, como quiser) se empolgue, acaba levantando, gesticulando etc...

Poderia fazer um teste de microfones fixos espalhados e ver o que vira....o problema é que assim creio que não poderia fazer uma edição em caso de uma tosse ou quando um personagem vai falar algo e outra pessoa faz um comentário "in off"(Quando dito pela pessoa de verdade, e não pelo personagem)

Quanto a caixa de som é o seguinte, a trilha sonora tem função para ambientar o podcast, como uma radio novela, filme ou qualquer história normal teria...Só que a segunda função, que me impede de abolir uma caixa de som tocando a trilha sonora que certamente pode vazar nos microfones, é que ela é parte fundamental para controlar o animo dos players/atores.
Pra você ter uma ideia, em um jogo medieval por exemplo, as vezes está todo mundo de boa, eu nem falo nada, mudo pra trilha sonora de combate todo mundo já saca espada, machado, magia, etc....enfim, a caixa de som ao vivo não é extremamente alta, mas é extremamente necessária.

Por fim o orçamento não sei direito, até hoje ninguém conseguiu me dar muitos parâmetros(do que eu realmente preciso etc).
Na verdade estou trabalhando com baixo custo(pra uso imediato) E TAMBÉM COM CUSTO MAIS ELEVADO....pois sim é um hobby, mas como disse eu estou profissionalizando-o.

Grande abraço!
 

carlosecg

Administrator
Moderador
#4
Em relação ao vazamento da trilha sonora, não se preocupe. No produto final vai sair do mesmo jeito, é só questão de sincronizar o áudio vazado do microfone com o arquivo original. Se estiver usando uma interface de gravação fica fácil, basta usar a saída do equipamento que reproduz o áudio na entrada da interface, e ela grava tudo. "Been there, done that", alternando o áudio mecânico em momentos de silêncio com o áudio captado no ambiente, mas fiz em vídeo com o áudio captado na câmera. Dá um trabalhinho pra ficar imperceptível mas é bem interessante de se fazer. Se microfonar cada ator individualmente, deve ficar menos trabalhoso.

Pensando bem, pode não ser necessário sistema sem fio, desde que você esteja disposto a sincronizar o áudio de todos depois, o que pode dar um trabalhão. Uma opção de custo mais baixo é usar um microfone de lapela ou headset ligado a um celular que ficará responsável pela gravação, ou o mic ligado em gravadores portáteis dedicados como os Zoom e Tascam. Uma dica que vi com o pessoal de vídeo é usar os powerbanks pra aumentar o tempo de bateria.

E como você quer trabalhar com segurança, alguns microfones espalhados e até um de superfície na mesa, pegando a ambiência e servindo de backup caso a gravação de alguém falhe. Só não posso te ajudar com o microfone de lapela pois não tenho experiência com isso, talvez o @gabriel_equalize tenha algumas indicações. Vi que o Audio Technica ATR3350is é barato e usado por muitos, mas agora não tenho condições de ver/ouvir os reviews dele. Custa 20 dólares mas chega aqui por mais de R$ 200...

O "palco", o local onde são feitas as encenações, é em local fixo? Qual a área aproximada desse local?
 
#5
Em relação ao vazamento da trilha sonora, não se preocupe. No produto final vai sair do mesmo jeito, é só questão de sincronizar o áudio vazado do microfone com o arquivo original. Se estiver usando uma interface de gravação fica fácil, basta usar a saída do equipamento que reproduz o áudio na entrada da interface, e ela grava tudo. "Been there, done that", alternando o áudio mecânico em momentos de silêncio com o áudio captado no ambiente, mas fiz em vídeo com o áudio captado na câmera. Dá um trabalhinho pra ficar imperceptível mas é bem interessante de se fazer. Se microfonar cada ator individualmente, deve ficar menos trabalhoso.

Pensando bem, pode não ser necessário sistema sem fio, desde que você esteja disposto a sincronizar o áudio de todos depois, o que pode dar um trabalhão. Uma opção de custo mais baixo é usar um microfone de lapela ou headset ligado a um celular que ficará responsável pela gravação, ou o mic ligado em gravadores portáteis dedicados como os Zoom e Tascam. Uma dica que vi com o pessoal de vídeo é usar os powerbanks pra aumentar o tempo de bateria.

E como você quer trabalhar com segurança, alguns microfones espalhados e até um de superfície na mesa, pegando a ambiência e servindo de backup caso a gravação de alguém falhe. Só não posso te ajudar com o microfone de lapela pois não tenho experiência com isso, talvez o @gabriel_equalize tenha algumas indicações. Vi que o Audio Technica ATR3350is é barato e usado por muitos, mas agora não tenho condições de ver/ouvir os reviews dele. Custa 20 dólares mas chega aqui por mais de R$ 200...

O "palco", o local onde são feitas as encenações, é em local fixo? Qual a área aproximada desse local?
Eita, acho que agora acertei o fórum pra perguntar, haha

Então cara, eu cheguei a pensar em lapela+celular(como solução de baixo custo) e lapela+Tascam(como solução pra médio prazo), mas realmente tenho dúvida: Dá pra ter qualidade com isso? Quais são os padrões mínimos de qualidade tanto pro App de gravação no celular quanto no modelo do gravador dedicado?

Sincronizar não vejo pq seria um problema, eu já faço isso de boa usando palmas ou clicks....mas realmente ficaria muito interessado em saber qual a forma mais profissional de sincronizar(Eu até cheguei a pesquisar, e encontrei o timecode, mas depois vi que era voltado a mídia analógica e comia um canal inteiro, então continuo batendo palmas, rsrs)

Cara, a área é basicamente minha sala de estar quando vou gravar em casa(5m x 3m) com um sofá de 5 lugares + poltronas e a mesinha de centro...não sei se faz diferença, mas informo que ela faz divisa com a sala de jantar que não é usada quando estamos jogando, mas não sei se tem algum problema pois ela não tem divisória de parede ou vidro...a sala de jantar tem 4m x 4m mobiliada normalmente.

Em caso procuro jogar durante a noite e madrugada, pois é mais silencioso. Agora quando vou narrar em evento, ae fudeu...imagine uma feira em São Paulo com 30 mil pessoas, narraria em duas mesinhas daquelas de bar, pra meia duzia de nego, mas a gritaria e zona de uma feira a lá Anime Friends, Comic Con, World RPG Fest....enfim...minha prioridade é gravar em casa, SE FOR POSSIVEL gravar numa zona como essa, LEGAL, se não tranquilo...meu foco é em casa mesmo. Cheguei a pesquisar algum microfone de alta rejeição...mas não encontrei muito sobre isso.
 
#6
Bem eu não li metade, pelo simples fato que vc está querendo tirar algo do virt

ual e tornar isso real.
Eu nunca joguei RPG na forma clássica, mas alguns anos já jogo na versão virtual.

Enfim, sua solicitação não é tão viável como se gostaria. Como já disseram acima é e fica bem caro para uma brincadeira.

enquanto um está falando, alguém fala por cima

Isso é complicado, e acho que vai da organização e concordância do grupo. Não tem macete pra isso não acontecer - salvo criar "fila de espera" (como no TeamSpeak e RaidCall), onde apenas um microfone por vez abre, e quem quer falar precisa entrar na fila - vc é o cara da programação por aqui, se vira fazer isso em software, porque hardware eu nunca vi. :p

ou tosse sei lá e eu preciso cortar isso na edição
Essa tu mesmo respondeu, quando tem uma tossida, dá para cortar fora simplesmente.

Estudei 5 anos de TI pra aprender a não confiar minha vida num sistema operacional de de proposito geral..

Se os maiores estúdios do mundo usam iOS, não tem razão pra ti não confiar.
Até porque as chances de problemas aumentam quando se aumenta o número de gravadores.
Mas se ainda prefere algo mais infalível, use a tática que se usa em grandes gravações ao vivo: grave em dois sistemas simultaneamente. Na pós-edição (que não é pouca!) tu seleciona o que não terá erros...

Já ia esquecendo, vc pode construir um zeppelin (saiba como aqui) para evitar de captar o vento.

{OFF} Qual o RPG, e que diabos te levou a querer transmitir isso?
 
Última edição:
#7
Bem eu não li metade, pelo simples fato que vc está querendo tirar algo do virt

ual e tornar isso real.
Eu nunca joguei RPG na forma clássica, mas alguns anos já jogo na versão virtual.

Enfim, sua solicitação não é tão viável como se gostaria. Como já disseram acima é e fica bem caro para uma brincadeira.

enquanto um está falando, alguém fala por cima

Isso é complicado, e acho que vai da organização e concordância do grupo. Não tem macete pra isso não acontecer - salvo criar "fila de espera" (como no TeamSpeak e RaidCall), onde apenas um microfone por vez abre, e quem quer falar precisa entrar na fila - vc é o cara da programação por aqui, se vira fazer isso em software, porque hardware eu nunca vi. :p

ou tosse sei lá e eu preciso cortar isso na edição
Essa tu mesmo respondeu, quando tem uma tossida, dá para cortar fora simplesmente.

Estudei 5 anos de TI pra aprender a não confiar minha vida num sistema operacional de de proposito geral..

Se os maiores estúdios do mundo usam iOS, não tem razão pra ti não confiar.
Até porque as chances de problemas aumentam quando se aumenta o número de gravadores.
Mas se ainda prefere algo mais infalível, use a tática que se usa em grandes gravações ao vivo: grave em dois sistemas simultaneamente. Na pós-edição (que não é pouca!) tu seleciona o que não terá erros...

Já ia esquecendo, vc pode construir um zeppelin (saiba como aqui) para evitar de captar o vento.

{OFF} Qual o RPG, e que diabos te levou a querer transmitir isso?
Olá amigo, obrigado pelo interesse em me ajudar.

Bom, o seu equivoco na comparação de RPG Tradicional de Mesa com RPG Virtual, não é só comum: É quase de praxe.

Tirando o sistema de gravação que pretendo fazer, e a caixa de som com trilha sonora, RPG Tradicional de Mesa não usa um único eletrônico sequer...num jogo amistoso, entre amigos, só por diversão os materiais se resumem basicamente em: Fichas de Personagem(de papel), dados de jogo comuns ou de multiplas faces, miniaturas, mapas, e um livro de regras. É considerado um jogo de mesa.

Inclusive o termo RPG significa Roleplaying Game(Jogo de Interpretação de Papeis, em tradução livre) o que faz com que muitos autores afirmem que o chamado "RPG Virtual" na verdade sequer é um RPG(Já que você não interpreta um papel como no teatro).

Melhor do que esse blablabla todo, é você ver uma sessão de RPG filmada:
Se passa num cenário de Star Wars, e em um primeiro momento o mestre irá explicar a situação do cenário e em seguida o jogo começa:

OBS: Eu NÃO PRETENDO gravar neste formato(via skype)!! Só postei o link a titulo exclusivamente de exemplo do jogo apenas.
 

carlosecg

Administrator
Moderador
#8
App de gravação não tem muito segredo, basta gravar o áudio sem compactação. Acredito que o diferencial na qualidade vai ser o microfone. É uma solução de baixo custo, mas se for fazer da forma "certa", o custo vai às alturas. Sincronizar áudio não é minha praia, das poucas vezes que precisei fiz alinhando o waveform, provavelmente como você faz.

Microfone para ambiente externo geralmente é usado um shotgun que é extremamente direcional, rejeitando boa parte do som lateral. Eu estou de olho em um Zoom H4N a tempos para melhorar o áudio dos meus vídeos, para uso interno e externo. Acredito que ele deve suprir a sua necessidade de gravação em área externa, com um windscreen. Já ouvi ele em locais cheios como Campus Party, é possível ouvir o som ambiente do local apenas de fundo, e a voz se ouve perfeitamente.
 
#9
@Daniel Gimenes

Não precisa se doer, eu conheço do que estou falando em ambos os casos.
Independente do conceito que tiver do jogo, não é relevante para a causa.

Vc quer trazer a qualidade dos diálogos de um jogo virtual qualquer, para a realidade física, mas com forma natural do improviso.
Para um jogo/dublagem, cada diálogo é gravado separado, e mixado no todo (pode parecer estranho, mas funciona), ou é gravado com um shotgun que o amigo falou - é nele que vc vai usar o zeppelin que citei.

Existe também amadorismo por parte dos participantes, ou já viu algum ator mesmo improvisando falar/tossir no mic, enquanto outros estão dialogando? O mesmo vale para o ventilador: não se usa ventilador a nível profissional (nem sempre ar condicionado).

Querer corrigir esses problemas em hardware é difícil, e custoso (mais que começar a fazer da forma certa.

Minha sincera opinião: dois condensadores omnidirecionais, criando audio bi-naural, colocados no meio da mesa, interface 2 canais e muito treino para evitar "crosstalk" nos diálogos. Compressor básico pra deixar tudo no mesmo volume (pode-se perder profundidade). Simples, barato e eficiente.

Voz do personagem A ficou baixa? Vai ter de ir editando manualmente, sem choro.
 
#10
App de gravação não tem muito segredo, basta gravar o áudio sem compactação. Acredito que o diferencial na qualidade vai ser o microfone. É uma solução de baixo custo, mas se for fazer da forma "certa", o custo vai às alturas. Sincronizar áudio não é minha praia, das poucas vezes que precisei fiz alinhando o waveform, provavelmente como você faz.

Microfone para ambiente externo geralmente é usado um shotgun que é extremamente direcional, rejeitando boa parte do som lateral. Eu estou de olho em um Zoom H4N a tempos para melhorar o áudio dos meus vídeos, para uso interno e externo. Acredito que ele deve suprir a sua necessidade de gravação em área externa, com um windscreen. Já ouvi ele em locais cheios como Campus Party, é possível ouvir o som ambiente do local apenas de fundo, e a voz se ouve perfeitamente.
(Desculpe sumir, tive problemas pessoais graves e só acessei a internet agora)

Então, pra uma solução rápida, o smartphone+powerbank+lapela está soando interessante...mas e esse microfone aí? Vi um vídeo de um cara mostrando como que um microfone de 1 dólar pode ser tão bom quanto um de 50 dólares........Sim, eu fui besta de acreditar e comprei um monte de microfone de 1 dólar, hahahha....eles captam até o gato pensando...muito ruído.