1. This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Uma sugestão para solução das reverberações nas formaturas militares

Discussão em 'Meu som, minha Igreja' iniciado por Denizio Manhaes Ribeiro, 14 Julho 2019.

  1. Denizio Manhaes Ribeiro

    Denizio Manhaes Ribeiro Member

    Afiliado:
    23 Dezembro 2014
    Mensagens:
    79
    Aprovações Recebidas:
    18
    Localização:
    Cachoeira do Sul
    Meu nome Sub Ten Manhães, mas conhecido como “sub velho”. Fui tec de informática no 13GAC-RS, hoje migrando para tec de áudio, aqui estou estudando junto aos Artigos do nosso irmão Bersan que gratuitamente nos brindou com seus conhecimentos acústicos e tecnológicos neste Portal abençoador “SOM AO VIVO”.

    Em junho 1979, 1BPE RJ o soldado Denízio ingressa no Exército na função Sd de Comunicações. Maravilha, minha mãe Odila e meu padrinho Alfredo orgulhosos e eu transportando um Radio de 16 kg com uma antena que mais parecia uma vara de pescar gigante em exercício de patrulha na Av. Atlântica em Copacabana RJ.

    Voltando ao Quartel, nas formaturas ouviam-se ecos retumbantes. Se tem uma coisa que qualquer soldado reservista lembra, são dos ecos da Formatura. Quem viveu a experiência de ficar de pé ao som intensamente reverberante, a visão escurecer e o solo vir em direção ao seu rosto ou ver o companheiro balançar e dizer-lhe: Fique firme! O “Clarim” está se preparando a gente já vai sair daqui. Sabe do que estou falando.

    Alguém precisa se arriscar e informar aos senhores Comandantes de Forças Armadas que toda transmissão verbal em solenes formaturas visando informar e formar o caráter do jovem militar ensinando a respeitar e defender nossas divisas com seu próprio sacrifício, apenas 30% do efetivo assimila o enunciado. Não por negligência e sim pela ausência da inteligibilidade da oração. Direcionando-nos único e exclusivamente a atenção ao “clarim” com seus toques audíveis e precisos.

    Quando a informação não chega a tropa, perdemos uma oportunidade ímpar na formação de nossos soldados e futuros reservistas. Faz-se necessário que as orientações advindas dos Senhores Comandantes Militares cheguem com clareza a todos ouvintes no caso, a “Tropa”, por esta razão peço aos senhores que atente as minhas últimas palavras.

    Atualmente o Engenheiro Acústico Dr Aldo Soares, Palestrante e renomado profissional em plena atividade, detentor de larga experiência, deixa a presidência da AES em São Paulo para se dedicar a sua empresa de Engenharia Acústica e Ministrar Palestras em diversos locais pelo Brasil é um profissional habilitado para confirmar minhas palavras embora eu não o conheça pessoalmente, tenho certeza do que ora vos afirmo. A console não vai sanar 100% dos problemas de reverberação sem mexer nas estruturas com tratamento acústico, porém, haverá uma melhora significativa em torno de 70% em relação aos dias de hoje e em alguns casos onde a reverberação ocorre e em função da distância e não dos reflexos as Torre de Delays se mostrarão eficazes em até 100%.

    No ano de 2015 a YAMAHA lança no Brasil o console da série TF, visando atender a demanda nas igrejas por um áudio de melhor qualidade porém, muitas destas Igrejas, se encontravam tecnicamente despreparadas sem consultores habilitados na ária de áudio, para avaliar a oportunidade de mercado na aquisição deste console oferecido pela YAMAHA, e as igrejas ainda não assimilavam a busca por consultoria de áudio. Restando o Pastor, Tesoureiro e o “menino do som” nome dado aos jovens na função de operadores de áudio da maioria das igrejas no Brasil. Diante dessas circunstâncias a maioria das Igrejas não puderam avaliar a oportunidade que hora lhes eram propostas em consequência, lastimavelmente julgaram na sua maioria um investimento dispendioso, optando por equipamentos mais baratos.

    Venho até os Senhores Comandantes de Forças Armadas, como um “velho sub” lhes informar que este console é tudo e mais ainda o que se falam dele, atende plenamente nossas necessidades em comunicação verbal e tende a colocar-nos em sintonias com um novo protocolo de comunicação áudio digital. Me refiro as Redes de Comunicação que usam o protocolo Dante. Solicito aos Senhores que avaliem a possibilidade de aquisição desses consoles série TF (TF1, TF3 ou TF5). Estas máquinas possuem uma configuração de até 10 torres de delays. Foram projetados para Igrejas ou locais de reverberação intensa onde a recuperação acústica tornar-se-ia dispendiosa por envolver obras na estrutura física do local. Para um Quartel, mexer em estrutura física, isto se torna impagável. A importância de um console com estas características, face a distribuição em que a tropa se posiciona e também a sua extensão para o desfile é que apresento aos Senhores esta opção que reduziria de modo significativo as reverberações, tornando inteligível as informações emitidas pelo Comando.

    Constatei ainda a existência de outro profissional, brasileiro, homem honesto, idôneo e conhecedor na Área de Áudio e Rede Dante, esteve no Japão realizando treinamentos e aperfeiçoamento em Protocolo e Estrutura de Redes Dante, somado a comunicação via Áudio Digital, hoje consultor da YAMAHA do Brasil, o Sr Matheus Madeira, reconhecido como ícone de referência nas ministrações no que tange ao Protocolo de Redes de Comunicação Dante por milhares de profissionais do áudio e amadores dentro e fora do País.

    Os Japoneses são pessoas focadas na busca diária do seu próprio aperfeiçoamento. Se o dia de um Japonês for igual ao outro pra ele aquele dia não valeu, tamanha é o propósito de crescimento desta Nação. Japonês quando investe em um brasileiro é porque ele tem algo, acima da média da dedicação profissional que o qualifica, no caso do Instrutor Matheus Madeira, creio que se trata de um autodidata que transmite com clareza, paciência e precisão os seus conhecimentos adquiridos sem reservas.

    A YAMAHA do Brasil, disponibilizou no ano de 2015 os consoles da série TF chamados de console de entrada, um dos detentores dos mais novos incrementos digitais do momento, possibilitando sua conexão em rede com outro console e controle de seus ajustes via wi-fi, em parceria com a AudioTécnica, Sennheiser e Shure tem em seu console os presets (configurações prontas) de microfones renomados possibilitando o seu uso de imediato sem necessariamente regular os microfones, permite gravação ao vivo de até 34 canais, Após o ensaio pode-se gravar aquela Sena e aplicar na formatura, armazena para uso imediato tocando em um botão de Senas de 1 até 6, podendo montar 7 (sete) senas incluindo a em uso, possibilita a montagem de até 10 (dez) Torres de correção de eco ( Torres de delay), Controla a reunião de até 8 (oito) microfones falando ao mesmo tempo ou não, com ajustes instantâneo de volume, sem a presença do operador, através do auto mix Dun Dugan, dotada de inúmeros recursos atuais, montada para favorecer a migração do analógico para o digital este console robustos vem em muito favorecer operadores iniciantes nos consoles digitais. Com o custo inicial de R$20.000,oo (VINTE MIL REAIS) e no mínimo vinte anos de aplicação.

    Estas condições casam perfeitamente com as necessidades das OM. Foram 28 anos pelas Tropas de Infantaria, Comunicações, Cavalaria e Artilharia. Solicito aos Senhores uma reflexão a estas novas tecnologias digitais e a implementação ao protocolo Dante de Comunicação.

    Nessas singelas palavras deixo o conselho do Manhães o “sub velho”. Que buscou sensibilizar as Senhoras e aos Senhores Comandantes militares, quanto a aquisição desses consoles pois, por melhor que se apresente uma Licitação por menor preço, afirmo aos Senhores que hoje no Brasil não temos um console que possa superar os recursos que hora vos apresento em custo benefício e durabilidade e confiabilidade de componentes existentes e enumerados no Manual da série TF Rack, TF1, TF3 e TF5.

    Na atualidade onde a clareza das informações faladas tem somado de forma decisiva na formação de nossos jovens brasileiros e brasileiras, eu “sub Manhães” apresento aos meus chefes militares, e as Instituições interessadas, em tempo.

    Brasil acima de tudo!
     

Compartilhe esta Página