Yamaha LS9: uma console digital sob medida para aplicações em igrejas

Finalmente chegou! Recebemos em nossa igreja, cercada de muita curiosidade, dúvidas e insegurança, a nossa tão esperada console digital, uma Yamaha LS9-32. Compacta, fácil de usar e extremamente intuitiva, ela rapidamente se tornou o xodó dos integrantes do Ministério de Áudio e Vídeo da igreja, antes tão desconfiados com este tipo de tecnologia. É comum vermos, nestes dias, os oito membros do Ministério em volta da mesa durante os cultos, observando seu funcionamento. Sem dúvida foi uma aquisição que valeu cada centavo. E foram muitos centavos!

Apresentação

A LS9 é a mais nova console digital da Yamaha, projetada especialmente para atender ao segmento de pequenas e médias locações, restaurantes, teatros, pequenas casas de show e, logicamente, igrejas.

 Figura 1 – LS9-32

O fabricante disponibilizou duas versões da console: a LS9-16, com 16 canais físicos e possibilidade de expansão até 32, e a LS9-32, que possui 32 canais físicos e pode ter sua capacidade ampliada até 64 canais.

Para que o aumento de capacidade seja possível, é necessária a aquisição de placas de expansão (Yamaha MY16-AE) e dos pré-amplificadores analógico-digitais para microfones Yamaha AD8HR (figura 2). Modelos de pré-amplificadores de outros fabricantes, como o pré-amplificador Behringer ADA8000, também são compatíveis.

Figura 2 – Pré-amplificador analógico-digital para microfone Yamaha AD8HR

Bastante compacta, medindo 88,4 cm de largura, 50 cm de comprimento e 22 cm de altura, a LS9-32 pesa apenas 19,4 kg, podendo ser transportada tranqüilamente por apenas uma pessoa. 

 

 Figura 3 – Portabilidade da LS9-32

Características & Recursos  

 Para que vocês tenham uma idéia da variedade de recursos disponibilizados na mesa, cada canal apresenta controles para ganho de entrada, acionamento individual do phantom power, inversor de fase, equalização paramétrica de 4 bandas, filtro passa-alta (HPF) com excursão da freqüência de corte entre 20 e 600 Hz, panorâmico (para aplicações mono, estéreo ou LCR), dois processadores dinâmicos (gate, compressor, expansor ou ducking), insert (onde podem ser inseridos os efeitos internos da console) e 16 mandadas que podem ser configuradas, dentre outras funções, como auxiliares pre ou post faders. Todas estas funções podem ser visualizadas no display de cristal líquido (figura 4). 

Figura 4 – Display da LS9-32

Os canais apresentam também, de baixo para cima, faders motorizados de 100 mm, um botão para ligar ou desligar o canal (ON), barra de leds de 6 elementos para acompanhamento do nível do sinal, um botão de CUE (solo), e outro para a seleção de exibição dos parâmetros do canal no display (SEL).

 Figura 5 – Visão dos canais da LS9-32

Ao lado do display, há botões que permitem o acesso direto a diversas funções, tais como configuração da mesa, acesso ao gravador de MP3, cenas etc (figura 6). Há também um grupo de botões, chamados de USER DEFINED KEYS (figura 7), que podem ser configurados pelo usuário para exercer as funções que ele achar necessárias. Nós configuramos alguns destes botões como GRUPOS DE MUTE, uma função bastante útil.

Figura 6 – Botões de acesso direto da LS9-32

 Figura 7 – Visão do Master e das chaves USER DEFINED KEYS

A mesa possui 16 saídas OMNI (figura 8), que podem ser configuradas como auxiliares, matrix, LR e LCR. No caso da figura abaixo, estão definidas as saídas 15 e 16 como LR e as saídas 1, 2 e 3 como auxiliares para monitoração. 

Figura 8 – Saídas OMNI da LS9-32

Os pré-amplificadores de entrada são, como costuma dizer nosso amigo Bersan, muito decentes e honestos, com excelente sonoridade e alta relação sinal-ruído. No entanto, um cuidado deve ser tomado: a LS9 não possui entrada de linha e se faz necessário a utilização de direct boxes para a conexão de instrumentos musicais e outros dispositivos tais como CD e DVD players. Veja a figura 9.

Somente para relembrar… o direct box torna balanceados os sinais provenientes dos instrumentos musicais e compatibiliza o nível do sinal destes instrumentos (nível de linha) com a entradas XLR balanceadas da console (nível de microfone). Leia o artigo Níveis de Sinal de Áudio.

Figura 9 – INPUTS da LS9: todas as entradas possuem conectores XLR

Uma excelente novidade nesta console é o gravador de MP3 on board. Você pode gravar todo o culto em MP3, diretamente da mesa para um pen drive (de até 2 Gb), conectando-o diretamente à sua porta USB (figura 10). A reprodução de um arquivo MP3 também pode ser feita da mesma maneira. Esta porta USB também serve para carregar um arquivo de configuração da mesa que tenha sido montado num PC.

Figura 10 – Pen drive conectado à porta USB da LS9

Outro recurso interessante é a capacidade de endereçar uma entrada para mais de um canal. Por exemplo: tivemos a necessidade, durante a série de conferências realizada na igreja em comemoração ao seu 16º aniversário de organização, de fazer duas equalizações diferentes para o microfone sem fio.

Este mic estava sendo usado pelo pastor e pelo cantor Josimar Bianchi. Além dos timbres de voz serem muito diferentes, nosso pastor não gosta do som do retorno forte. Nos dois primeiros dias, quando o Josimar cantava, tínhamos que aumentar o nível do monitor para que ele pudesse se ouvir; quando o pastor voltava, diminuíamos o volume. Qual foi a solução? Endereçamos o sinal do microfone que entrava no IN10 para os canais 10 e 32. O canal 10 foi configurado para a voz do pastor, com a EQ, processamento dinâmico e nível de volume do retorno adequados a ele; no canal 32 fizemos a mesma coisa, de acordo com a voz do Josimar e sua necessidade de retorno. Quando o Josimar usava o mic, nós “mutávamos” o canal do pastor e vice-versa. Simples, prático e funcional.

Conclusão

Estes são alguns dos recursos e possibilidades que a LS9 nos proporciona. É uma console que foi pensada para som ao vivo e por isto o acesso às suas funções básicas (volume do canal, equalização, ganho etc) é rápido e pode ser feito com, no máximo, dois toques: um para selecionar o canal e outro para ajustar o parâmetro desejado. No caso do volume do canal, é só manusear o fader diretamente.

Para funções mais complexas, como configuração de processamento dinâmico, há necessidade de maior navegação entre as telas da mesa, mas nada que comprometa a agilidade em seu manuseio.

Por meio do processamento interno, praticamente todos os periféricos são dispensados, gerando grande praticidade no transporte e montagem de sistemas móveis, além de economia financeira.

Para termos um parâmetro de comparação, o custo por canal de uma mesa analógica de 32 canais com todo o processamento da LS9 (EQ paramétrico de 4 bandas, compressor, gate e efeitos), sem levar em conta o cabeamento, é de aproximadamente R$ 1.700,00[1], enquanto o da LS9 é da ordem de R$ 937,00, cerca de 45% menor.

Por todos estes motivos, a LS9 é hoje uma excelente opção para as igrejas que desejarem migrar de uma console analógica para uma digital.

Abraços.



[1] Para a composição destes custos, foram pesquisados os seguintes equipamentos: mesa Behringer Eurodesk SL3224, compressor Behringer MDX 1600, gate Behringer PRO XR 4400, processador de efeitos Behringer DSP 2024P e equalizador paramétrio Alto Q.

Be the first to comment on "Yamaha LS9: uma console digital sob medida para aplicações em igrejas"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar