• This site uses cookies. By continuing to use this site, you are agreeing to our use of cookies. Learn More.

Novo sistema de som

#1
Prezados Amigos:

Estamos adquirindo um novo sistema de som, as caixas serão passivas com um falante Oversound de 300Wrms linha Profissional 15 steel 300 e um driver TI 75Wrms DTI 2552 ou DTL 4626 em cada uma, serão duas caixas que atenderão o PA montadas com um projeto indicado pela oversound. A minha primeira dúvida é com relação ao amplificador. Sei que é necessário um amplificador que trabalhe no mínimo com 500Wrms por canal em 8 ohms. Tenho verificado algumas marcas e modelos no alcance de nossos recursos gostaria que vocês deixassem opiniões a respeito e sugerissem alguns outros amplis:

Ciclotron:
DBL 4000 ou Dynamic 4000 4 ohms AB

Machine 3.5 SBX Pro, pois linha PSL é muito cara.

e por último uma marca que siceramente não conheço:

Times One:
SL 625 AB4
JX 2020 Pro
XS 200 2004

Um abraço a todos.
 
#2
TimesOne me parece que eh uma marca boa, acho que tem um artigo de uma evangelizacao que usaram esses amps, parece que foi a Vitoria Som que alugou os equipamentos.
 
G

Guest

Guest
#3
Amplificadores

Caro amigo.

A respeito dos amplificadores que você citou, eu prefiro o MACHINE, pois é uma linha muito boa e para o uso em PA`s é melhor.
Já os TIMES ONE são amplificadores de boa qualidade mas são para quem quer trabalhar mais com música eletrônica, tanto que são muito utilizados em equipes de som do Rio de Janeiro.
E os da CICLOTRON não lembro de ter visto, mas os amplificadores da ciclotron são mais utilizados em trios elétricos, talves seja uma alternativa.


Quanto a impedância não há nenhum problema em utilizar amplificadores com impedância de de 4 Ohms ou até 2 Ohms, isso na verdade é até uma vantagem pois dependendo da potência pode-se ligar mais caixas por canal, por exemplo num amplificador TIMES ONE (que não me recordo o modelo) que tem 1000wrms por canal e impedância de 2 Ohms você pode ligar 4 caixas de 8 Ohms em paralelo sem a preocupação de queimar o aparelho.
 

gope

Active Member
#4
Oi!

Raphael disse:
TimesOne me parece que eh uma marca boa, acho que tem um artigo de uma evangelizacao que usaram esses amps, parece que foi a Vitoria Som que alugou os equipamentos.
Foi no Ginásio do dom bosco, ano passado. A empresa é a mundial sonorização de Vila Velha.

Flavio disse:
A respeito dos amplificadores que você citou, eu prefiro o MACHINE, pois é uma linha muito boa e para o uso em PA`s é melhor.
Já os TIMES ONE são amplificadores de boa qualidade mas são para quem quer trabalhar mais com música eletrônica, tanto que são muito utilizados em equipes de som do Rio de Janeiro.
ôpa!
Sou fã da Times One, a machine faz uns amps bons. Mas prefiro com certeza um Times One.
Música eletrônica exige mais do amp do que um show de rock ou axé. Então segundo a sua colocação o Times One seria melhor em qualquer aplicação dessa, seja no trio, PA ou música eletrônica.

Mestre Bersan em Potência disse:
Quanto menor o fator de crista, mais se exige do amplificador e menor será o tempo em que ele será capaz de sustentar sua potência máxima antes de reduzi-la, se superaquecer, desligar e etc. Vemos então que com Jazz, o amplificador trabalha muito mais folgado do que com uma senóide pura (ele exige cerca de 5 vezes menos o amplificador do que uma senóide), enquanto que com música eletrônica a exigência é muito maior e chega muito próximo, cada vez mais, do que é uma senóide. Logo, um amplificador que funciona muito bem com Jazz, pode até se desligar ou queimar (se não protegido) com música eletrônica, ou simplesmente dar potência muito menor que a especificada.
Fonte:
Potência, uma coisa mais que complicada - Parte II

Abçs!